O que é o Esgoto “não doméstico” e Como Encaminhá-lo para Tratamento

Os resíduos líquidos resultantes de processos produtivos são denominados esgoto “não doméstico” (END) ou “esgoto industrial”.

De acordo com a Companhia de Saneamento Básico de Minas Gerais (Copasa MG), a definição de END é:

“Efluentes que possuem características diferentes dos esgotos gerados numa residência, em função das características do seu processo de produção ou de prestação de serviço, além dos materiais utilizados na limpeza do estabelecimento.”

Esse tipo de esgoto não deve e não pode, portanto, ser misturado com o esgoto doméstico porque ele possui características diferenciadas.

Desentupimento de esgoto

A coleta desse tipo de esgoto em São Paulo é realizada por tubulações da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) que, por sua vez, divide o processo em seis etapas.

Se, contudo, a empresa não possuir a ligação por tubulação de esgotamento público, a Sabesp possui pontos de despejo em locais específicos do Estado. Nesse caso, para o transporte e coleta do END, faz-se necessária a contratação de uma empresa especializada em desentupimento e coleta que ofereça esse tipo de serviço.

Etapas da Sabesp para recebimento de END

A Sabesp divide em seis etapas, como foi dito anteriormente, o recebimento de END. Confira, a seguir, uma síntese dessas fases:

  1. A empresa contratante vai responder alguns formulários fornecidos pela Sabesp que identificarão o tipo de esgoto produzido na indústria em questão. A empresa terá que contratar um laboratório químico para analisar o END;
  2. Com base nas informações fornecidas por esses formulários, a Sabesp realizará uma análise para saber se há condições para receber o esgoto;
  3. Caso a coleta seja realizada pelo sistema público, será analisado se as propriedades físico-químicas do esgoto são compatíveis com os limites do sistema;
  4. A Sabesp emite autorização para coleta por rede de esgoto ou por caminhões coletores de empresas desentupidoras especializadas em desentupimento e coleta;
  5. A empresa deve monitorar o END;
  6. Caso a Sabesp necessite de mais esclarecimentos, será realizada uma auditoria.

O END, portanto, é um tipo de esgoto que recebe um tratamento diferenciado e sua coleta e tratamento é essencial para garantir a sustentabilidade ambiental.