O Que é Bolsa de Valores e Como Funciona

Bolsa de valores é o mercado organizado para a negociação de ações de empresas, públicas ou privadas. Ação é a menor parte do capital de uma empresa. Quando uma pessoa compra uma ação, se torna dona de uma pequena parte da companhia. Sendo assim, o sucesso ou o fracasso de uma empresa afeta diretamente todos os seus acionistas.

Bolsa-de-investimentos-mercado-financeiro

No mercado de bolsa de investimentos, é possível tanto pessoas físicas ou jurídicas realizarem aplicações. É um mercado de risco e, como todo risco, pode levar o investidor a grandes ganhos ou a terríveis perdas.

Tipos de ação

As ações de uma empresa se dividem em dois tipos:

  • Ordinárias (ON): São ações que dão direito de voto em assembléias.
  • Preferencial (PN): São ações que não dão direito de voto, mas preferência no recebimento do dividendo.

Como investir em ações

No Brasil, a compra e venda de ações ocorre na Bolsa de Valores de São Paulo, também conhecida como BM&FBovespa. Qualquer negociação deve ser feita por meio de corretoras habilitadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Essas empresas podem ser encontradas pelo site da CVM ou da BM&FBovespa.

As negociações podem ser feitas de duas maneiras:

  • Pregão Físico: Maneira mais tradicional de negociação de ações, onde a compra e venda é realizada diretamente no prédio da Bolsa de Valores.
  • Pregão Virtual: Nesse modelo, as negociações são feitas pela internet. Desde 2004, o pregão virtual é responsável por cerca de 90% das negociações.

O valor das ações no mercado muda de acordo com uma série de variáveis, que vão desde o momento econômico da empresa ou do país até as especulações das grandes corporações de análise de risco. Dependendo de como uma notícia for veiculada nos canais de imprensa, por exemplo, o valor da ação de uma empresa pode aumentar drasticamente ou reduzir assustadoramente.

Simulador de Bolsa

Para investir em ações é necessário ter um conhecimento básico do mercado financeiro e das regulamentações. Precisa-se ter em mente que aplicações em bolsa de investimentos são investimentos de risco e, como todo risco, pode-se lucrar um valor bem acima dos rendimentos de renda fixa oferecidos pelas instituições financeiras, como também podem gera grandes perdas.

Para se habituar ao mercado, é indicada a utilização de simuladores de bolsa. São programas de computador, que podem ser utilizados tanto pela internet quanto em um computador pessoal, que possibilitam aos iniciantes um primeiro contato com esse tipo de negociação, com capital fictício.

Dessa maneira, o usuário pode conhecer os conceitos básicos das bolsas de investimento e do mercado, pode ver como as alterações de mercado afetariam suas aplicações e aprenderia como é o dia-a-dia da Bolsa de Valores. Contudo, sem correr risco de perder dinheiro em decisões equivocadas completamente normais para quem está iniciando no mercado.

Qualquer que seja o nível de conhecimento sobre o mercado financeiro, o uso de simuladores de bolsa pode auxiliar a superar as dificuldades. É a forma mais segura de se ambientar com um mercado complexo e de alto risco.

Se você deseja entrar nesse mercado de bolsas de investimento, procure um simulador de bolsa de valores e minimize os riscos normais para um iniciante.