A babosa, podemos dizer que ela é uma das plantas curativas mais perfeitas que encontramos na Natureza. Basta dizer que dos 22 aminoácidos de que nosso organismo precisa, ela responde com 18. Sem exagero é uma completa farmácia, que Deus pôs gratuitamente à disposição das pessoas.

Embora não seja propriamente um remédio… Mais do que um remédio é um integrador alimentar. Ela fortalece o sistema imunológico enfraquecido. Noutras palavras, reforça as defesas naturais do organismo, que, ao longo dos anos, podem ir cedendo por fatores físicos (má alimentação, cigarros, bebidas) ou psíquicos (frustrações, fracassos), e cedendo às resistências, abre-se o caminho à instalação de doenças. Então a babosa começa fazendo uma imensa varredura no organismo, limpando o sangue. E com o sangue limpo, tudo começa a funcionar bem. Mais ou menos como um carro, quando você lhe coloca combustível de boa qualidade. A maior sensação da babosa é a sua capacidade de curar o câncer. Muitos tipos de câncer: cérebro, pulmão, fígado, intestino, garganta, mama, útero, ovário, próstata, rins, pele, leucemia… Além do câncer, cura outras doenças também, como alergias, aftas, asma, anemia, cólicas, cãibras, artrose, queimaduras, insolação, doenças de pele, gangrena, diabetes, hemorróidas, furúnculos, feridas venéreas, infecção na bexiga e rins, reumatismo, insônia, icterícia, lepra, dor de ouvido, cabeça, fígado e estômago, picada de insetos, próstata, úlceras gástricas, varizes, verrugas e vermes. Como vê é uma farmácia completa.

AIDS não cura, mas freia, trava o processo do vírus, de tal forma que depois de três ou quatro doses recupera o seu organismo, sobretudo o fígado, que é o primeiro a desmoronar.

Qualquer pessoa por mais simples, até analfabeta, até uma criança que sabe fazer batida de mamão pode preparar a poção. Equipamento especial, nenhum. Um liqüidificador e pronto. Porque a força curativa está na própria planta.

A babosa não tem contra-indicações. Sua múltipla ação como fungicida, bactericida, laxante, diurético, só pode beneficiar o organismo. Só pode restaurá-lo. Não destrói nada, ao contrário, repões o que lhe falta. Criança pequena não faz diferença. Se ela está doente, a dose é mesma de adultos. Mas se quer tomar apenas como reforço ao seu sistema imunológico, aconselharia a começar de uma colherinha de chá e ir aumentando até uma dose maior.

Durante o tratamento, podem acontecer reações estranhas, porque o organismo está se livrando das toxinas que as pessoas têm dentro de si.

Então, por exemplo, ela pode ter desarranjo intestinal; coceiras, pequenas manchas na pele, pode até ter bolhas, fazes mais fétidas, urina mais escura, erupções nas pontas dos dedos e coisas do gênero. Portadores de câncer, que não suspendam o tratamento, por que isto é bom sinal. É um sintoma ótimo, significa que o preparado está produzindo seus efeitos.