O Olfato é Um Sistema Importante que Avalia os Odores e Pode nos Proteger

Os odores que existem e que sentimos são classificados em agradáveis, como o cheiro dos perfumes, e desagradáveis que são aqueles cheiros que nos repugnam como cheiro de suor, peixe, esgoto e outros. Quem estuda os odores são os Osmologistas da osmologia.

São consideradas odorantes todas as substâncias que fazem nos provocam percepção facultativa do olfato, e inodoro tudo o que não sentimos cheiro. Odores como feromônios ou hormônios sexuais ativam a libido pelo seu aroma, porém não somos capazes de sentir.

Sentir os odores faz parte da nossa evolução, no instinto mais primitivo é através dos odores que os animais sentem a presença da fêmea, presença de inimigos e das presas. Os carnívoros possuem esse sistema mais aguçado que outras espécies. É pelo odor que as flores atraem os insetos o que possibilita a fecundação. O odor ajuda na proteção e na estimulação para várias espécies de seres vivos.

Como sentimos os odores

O odor desagradável causa uma má sensação e acaba nos marcando mais do que um odor agradável que passam uma sensação de bem estar. Alguns fatores culturais e biológicos fazem com que os odores desagradáveis marquem mais, um odor ruim esta geralmente ligado a coisas ruins, ficamos mais atentos quando sentimos esse cheiro.

Nosso sistema olfativo mais precisamente nossos receptores sensoriais conseguem perceber moléculas dispersas no ar. Nos humanos os receptores sensoriais ou chamado de quimiorreceptores estão localizados na cavidade nasal, onde ficam localizados receptores neurais: as células olfativas.

No processo de identificação das moléculas de odor pelos sensores olfativos, uma camada do muco dissolve as moléculas quando chegam aos receptores. Quem faz a distinção dos odores é o cérebro que recebe informações dos odores. Não é apenas o nariz que faz o processo de distinguir os cheiros, mas também o cérebro, é ele quem identifica se aquele odor é agradável ou não.

Curiosidades

Alguns cheiros corporais indicam problemas de saúde, como um cheiro que lembre frutas indica problemas de diabete, um cheiro que lembra cloro pode indicar problemas renais e hepáticos. O nosso suor na realidade não tem cheiro, esse liquido que serve para refrescar o corpo tem dois tipos de secreção écrina e apócrina. A primeira é praticamente água, já a segunda é o suor que ocorre nas axilas e virilhas que misturado com bactérias da pele causam aquele odor desagradável. Essas são apenas algumas das curiosidades dos cheiros que exalamos.

Temos todos os odores, um melhor que o outro, e que encaixa em seu gosto. Visite nossa Loja Virtual Amabelle Cosméticos e descubra qual é mais a sua cara.