O Homem Romântico e a Modernidade

O mundo hoje da alta-tecnologia, da comunicação em alta velocidade, imagem HD, carros cada vez melhores,  medicina avançada, vida  saudável, longevidade, e etc. Nesse mesmo mundo também cheio de valores invertidos, mazelas humanas antigas, corrupção, ganância, egoísmo, vaidade, alguns desses ingredientes que levam a ruína pessoal e de quem estiver por perto, porque então não usar  a inteligência que Deus nos deu, o livre-arbítrio, para cultivar hábitos de valor. Um doce exemplo é amar para ser amado.

Conquistar por exemplo o coração de mulher amada. É muito gostoso saber amar e ser correspondido. Muito companheirismo entre os dois, a troca,  tudo a dois, só os dois. Uma mulher merece respeito e deve ser sempre bem cuidada, protegida. Quando o homem romântico está amando mesmo e resolve escrever uma poesia para mulher amada, ele é rapidamente correspondido, pois ele está gerando ali uma sintonia, uma atmosfera, cumplicidade, claro que ele antes sonda o terreno, digamos, e ele também não rima “amor com dor”. Assim sendo desperta a curiosidade dela.

A curiosidade é um passo para confiança, a tão preciosa confiança. O amor está fundamentado na confiança. Ela é uma mulher e nasceu para ser amada. Não adianta querer inverter essa natureza, todos perdem com isso! Existe uma alma em jogo.

Tudo está nos detalhes onde só o homem romântico de verdade sabe. Acredito que isso ela mesma só irá compreender quando estiver mais madura, mais apurada, digamos assim. Elas mesmas começam a perceber que a vida não é só material, carnal, etc., depois dos 50 anos.  Sempre é possível antecipar, é só observar os exemplos. Os amores duradouros, as causas e os efeitos. O amor mesmo é aquele incondicional. O homem romântico acorda e dorme tendo a mulher amada em seu último pensamento.

Não é como a paixão, coisa passageira, é mais que isso, e é uma palavra tão séria, mas tão séria, que não deveria ser dita em vão. Você jamais diga a alguém que a ama estando apenas apaixonado, tenha certeza absoluta do que sente, aí certamente haverá uma sintonia fina entre os dois e será algo duradouro, sólido.

“São os olhos? Não o coração, os genitais ou o cérebro que dão início ao romance. A partir do olhar é que ocorre o sorriso.”