O Fluminense e a Quebra de Recordes no Campeonato Brasileiro

Fluminense e a quebra de recordes no Campeonato Brasileiro

Fluminense e a quebra de recordes no Campeonato Brasileiro

O Fluminense entrou em campo no último domigo (18), como o campeão do Brasileirão de 2012. Sem maiores preocupações, a derrota para o Cruzeiro por 2 a 0, em casa,  não ofuscou a festa do tetracampeonato, com direito a taça e volta olímpica. No entanto, o resultado negativo impediu o tricolor de quebrar um dos recordes que estavam em sua mira. O time não pode mais superar o aproveitamento do próprio Cruzeiro na temporada 2003. Desde a primeira edição do Campeonato por pontos corridos nenhum time superou a campanha do time mineiro, que teve 72,5% de aproveitamento.

No ano de 2003, primeiro da era dos pontos corridos, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo e guiado em campo por Alex terminou a competição com 100 pontos, 13 a mais que o segundo colocado, em 46 jogos. O ataque também bateu o recorde, com 102 gols. Em 2012, mesmo que vença os dois últimos jogos, contra o Sport e o Vasco, o Fluminense só chegará a 71,9%. Para superar o clube mineiro, o tricolor carioca deveria conquistar sete pontos dos últimos nove em disputa, ou seja, duas vitórias e um empate.

Um recorde já foi perdido, mas o Fluminense segue mirando outros que ainda são possíveis. Para superar o maior número de pontos desde que a Série A e a Série B passaram a ser disputada por 20 clubes, o tricolor precisa de mais 3 pontos, uma vitória em dois jogos. A melhor marca, até então, é a do São Paulo de 2006: 78 pontos. Para superar o recorde de vitórias, a equipe do técnico Abel Braga precisa ganhar as duas últimas rodadas. O recorde atual é também do tricolor paulista, dessa vez no ano de 2007: 23 vitórias.

O São Paulo ainda detém mais um recorde, o de gols marcados. Em 2006 e 2008 o clube marcou 66 gols. O Fluminense tem 59 gols, a oito do recorde. Já na categoria recordes individuais, o atacante Fred também pode superar uma marca. Mas para isso precisa de mais cinco gols em dois jogos. No Brasileirão de 20 clubes, os maiores artilheiros foram Jonas e Borges, em 2010 e 2011, respectivamente, com 23 gols cada. O camisa 9 tricolor atualmente tem 19 gols.

O tricolor volta a campo no próximo domingo, às 17h (horário de Brasília), para enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife. O jogo é válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O rubro negro pernambucano vive o sufoco da zona de rebaixamento, porém ainda apresenta possibilidades reais de escapar. O time deve entrar em campo determinado a impedir qualquer recorde do Fluminense.