Necronomicon, o Livro Maldito

Existe um livro que contem os segredos mais obscuros e nefastos, segredos estes que fogem a compreensão humana. Impulsionados por uma curiosidade profana, alguns aventureiros da literatura oculta, após terem lido as escrituras proibidas, tiveram cauterizadas em suas almas os horrores indizíveis do livro da morte, muitos morreram lentamente como loucos, outros tiveram mortes violentas sem explicação plausível ao entendimento dos homens, casos que caem na marginalidade dos meios de comunicações atuais, simplesmente por não terem uma coerência exata .

Necronomicon, o livro maldito

Necronomicon, o livro maldito

Na verdade o nome original do livro é Al Azif, foi escrito em Damasco por volta de 730 d.C. pelo árabe louco Abdul Alhazred, dentre suas peregrinações pelo deserto ,vozes estranhas lhe revelaram o conteúdo, poucos dias após trazer esta perdição para nosso plano, teve morte brutal e estranha, segundo seus discípulos que estavam com ele no momento, foi devorado por um demônio invisível enquanto fazia suas invocações lendo o famigerado livro.

Existem registros antigos que acabaram por se tornar folclores, sobre aldeias e cidades que foram devastadas e varridas do mapa de formas misteriosas, e em todos os casos, achado em algum lugar remoto destas cidades fantasmas, o livro proibido era encontrado.

Em 1232 teve sua tradução para o latim, então o Papa Gregório IX baniu este livro amaldiçoado e mandou queimar a todos , entretanto alguns exemplares ainda escaparam da destruição merecida, alguns estudiosos da área dizem ser possível se conseguir um exemplar, todavia só existe em círculos bem fechados, afastados da curiosidade despretensiosa alheia, para evitar certos erros cometidos no passado.

Houve um escritor americano que foi vitima deste traiçoeiro livro, para danação de sua atormentada alma vagou entre este mundo e os terrores abissais ocultos de nossa realidade, acessíveis apenas pelo necromonicon. Ainda conseguiu descrever com poesia e maestria os horrores das terras do pesadelo.

Howard Phillips Lovecraft (Providence, Rhode Island, 20 de Agosto de 1890 – 15 de Março de 1937), foi um dos maiores escritores do gênero ficção e terror, o necromonicon é citado em vários de seus contos, e posteriormente foi tema de filmes famosos do gênero tais como “À Beira da Loucura”, “ A morte do demônio” ou “Uma noite Alucinante”, pelo menos foi este o nome que a Globo deu para exibir o filme quando vi pela primeira vez, e como em vários filmes o primeiro foi melhor do que as sequencias que partiram para o lado cômico perdendo sua real essência.

Pegando carona, a toda poderosa Marvel usou do tal livro e também do Evil Dead em Marvel Zombies vs. The Army of Darkness, apesar de haver herdado um pouco o lado cômico de seu titulo, ainda achei a historia interessante, se bem que como também me tornei admirador de Marvel Zombies, sou meio suspeito em opinar.

H. P. Lovecraft sem duvida serviu de inspiração a vários escritores, um grande exemplo é Stephen King, após ler vários livros seus e pesquisar sua biografia cheguei a Lovecraft e tive a oportunidade de ler varias de suas obras.

O necronomicon foi uma das tantas invenções deste engenheiro das palavras, mestre da imaginação e fantasia, H. P. Lovecraft. Isso é o que diz a versão oficial, se é que você me entende…