Movimentos Artísticos – Fauvismo

Quadro de Matisse - Fauvinismo

Quadro de Matisse – Fauvinismo

O movimento artístico chamado de fauvismo surgiu na primeira década do século XX e durou pouco. Entre 1901 e 1906, aconteceram várias exposições na cidade de Paris. Graças a essas exposições, pela primeira vez as obras de Vang Gogh, Paul Gauguin e Paul Cézanne ganhavam visibilidade. Ao terem contato com os trabalhos desses grandes pintores, outros artistas sentiram que podiam experimentar novos estilos sem medo de estar saindo dos padrões. Tal liberdade artística foi interpretada pelos conservadores como um grande atrevimento.

O fauvismo é caracterizado pelo uso de uma tabela de cores rica em tons puros. As cores primárias são presença marcante nas telas fauvistas, que trazem formas pouco definidas, imagens chapadas e ausência de jogo de claro e escuro. Não há preocupação em criar imagens verossímeis, mas também não há nenhum compromisso em pintar o mundo dos sonhos, como no surrealismo. As pinceladas são visíveis na tela e as cores são intensas.

O nome fauvismo foi adotado depois que as obras inovadoras foram expostas em Paris, no Salon d’Automne (Salão do Outono), em 1905. Ao ver uma escultura clássica de um menino rodeada de quadros de colorido gritante, o crítico Louis Vauxcelles exclamou com ironia: “Donatello parmi les fauves”. Em bom português, “um Donatello entre as feras”. As obras a que o crítico se referia tinham sido pintadas por André Dérain, Kees van Dongen e Maurice Vlaminck. Os três aproveitaram a situação e assumiram o título de “feras”, predadores em meio às artes visuais da época, e batizaram sua arte de fauvismo.

Embora o movimento não seja uma escola com teorias, manifesto nem quaisquer limites definidos, o pintor Henri Matisse é apontado como líder do grupo dos fauvistas. O fauvismo durou pouco, porque na verdade sua existência correspondeu ao período em que Matisse buscava sua própria liberdade artística. Com o advento do cubismo, em 1907, o movimento entrou em colapso, desaparecendo pouco tempo depois. No fim das contas, quando observamos a obra dos pintores que participaram do fauvismo, percebemos que o movimento foi apenas uma fase na carreira de cada um deles.