Microcomputadores com Placa ATX

Placa-mãe ATX – Criada pela INTEL em 1995 para substituir o AT

O assunto nesse tópico é a  placa-mãe ATX. Para substituir o AT (modelo antigo), a Intel (empresa multinacional de tecnologia dos Estados Unidos, que fabrica circuitos integrados como microprocessadores e outros chipsets) criou em 1995, o modelo ATX e, mesmo depois da criação do modelo BTX que, supostamente é o seu sucessor, o modelo ATX continua popular nas residências.

Foram observadas 4 grandes novidades em relação ao seu antecessor, o AT

  1. a facilidade de uso é notória;
  2. barateou o custo do sistema;
  3. facilitou o apoio para os futuros dispositivos de entrada e saída e também melhorou seu suporte para os já existentes;
  4. Suporte para futuras tecnologias de processadores.

Note na foto a baixo que as entradas USB, PS/2 (mouse e teclado) e as portas seriais e paralela vem soldados na placa-mãe e há etiquetas com tais indicações.

Acoplamento de dispositivos na placa-mãe

Similarmente acontece com outros componentes que seja acoplados na placa-mãe.Um exemplo, a placa de vídeo on-board, que, seu conector, também será soldado na placa-mãe e, o mesmo acontece para processadores, slots para placas de expansão, etc.

plugins para dispositivos na placa-mãe

Esses dispositivos mostrados como exemplos nas fotos acima são exemplos comuns praticamente a todas as placa-mãe em microcomputadores, mas,  que poderá receber outros, dependendo da placa-mãe. Um exemplo disso, são as postas USB, que poderão ser colocadas mais delas no painel frontal. Para fazer a sua ligação, esta deve ser através de cabos para a placa-mãe e assim, precisa-se instalar um plugue na placa-mãe. Periféricos podem ser também acoplados através de seus slots para placas de expansão. As portas seriais ainda são encontradas em placas com estas, mas, pouco usadas. Isso se deve às várias portas USB disponíveis e, com os modelos de periféricos tendo sua conexão com a placa-mãe através de porta USB, torna-se mais eficiente, eficaz e simples.

Custo menor

Uma alternativa que fez com que o computador se tornasse mais acessível financeiramente, foi a integração de outros periféricos à placa-mãe, além dos básicos já existentes. Exemplo: a placa de vídeo, placa de rede, placa de som, modem, etc. Com a placa de vídeo on-board, por exemplo, você já pode usar seu microcomputador para inúmeras tarefas sem a necessidade de ter que adquirir uma placa de vídeo of-board. É claro que, se pretende um melhor desempenho, você iria escolher uma placa of-board, já que esta em slot PCI – Express usa barramentos dedicados e não teria que usar barramentos compartilhados com outros dispositivos, o que acabaria interferindo no desempenho do microcomputador. Mundo com Informática.