Lei da Entropia na Vida Profissional

Na natureza existe uma lei implacável, a qual não podemos ignorar. Chama-se Lei da Entropia. Tal lei natural é estudada pela termodinâmica e refere-se à característica existente entre as substâncias, que as fazem se “igualarem” ou “nivelarem” entre suas especificidades físicas. Por exemplo, ao aproximarmos uma tigela com água fervendo de uma tigela com água gelada, ocorrerá o fenômeno da Entropia, aonde ambas as tigelas irão se nivelar em sua temperatura. A água quente perderá suas características para a água gelada e esta por sua vez ganhará temperatura e AMBAS irão se igualar.

Porém a Natureza da lei da Entropia possui ainda outras características interessantes. Esta nivelação sempre carrega para baixo, pois na natureza é mais “fácil” a perda e a diluição energética do que a concentração de forças. É fato que a tigela com água fervendo irá “perder” muito mais do que a tigela de água gelada e Ambas tenderão a se equilibrarem entre si, mas também se equilibrarem diante do “ambiente natural” em que estão colocadas, adquirindo a temperatura natural. Com o passar do tempo, ambas as tigelas ficarão com a temperatura ambiente.

Assim como na natureza esta Lei é fato comprovado, na vida humana, especialmente no mundo profissional, verificamos as mesmas características.

Muitas vezes um profissional chega na empresa extremamente motivado, com ânsia positiva de gerar resultados, vontade de crescer, buscando desenvolver habilidades essenciais e relevantes, experimentando, ousando e possuindo um positivismo ímpar. Mas, ao se relacionar com seus colegas, estes muitas vezes desmotivados e desanimados, acabam por baixar seu ânimo deste profissional da mesma forma. A Lei da Entropia entra em ação. É comum que este profissional motivado baixe o seu ânimo, nivelando-se aos seus colegas. Normalmente esta nivelação se dá por baixo. Este bom profissional pode até conseguir influenciar positivamente alguns, porém em uma análise geral, a tendência é que o desânimo tome conta e a nivelação acontece promovendo a “mesmice” de sempre.

Para que a Lei da Entropia não ocasione a perda da “energia” na vida profissional, precisamos que TODOS os profissionais envolvidos na equipe, ganhem bagagem e capacidade de auto-motivação, auto-desenvolvimento, auto-superação. Estas características quando fomentadas pela empresa, geram a sinergia necessária para manter as “taxas” pessoais em alta.

Quando todos os profissionais se espelham nestas características positivas, conseguimos o crescimento da equipe como um todo, pois a energia e os objetivos são compartilhados e um auxilia o outro no processo de desenvolvimento, evitando a “perda energética ocasionada pela Lei da Entropia”.

Gestores prestem atenção nas “leis naturais” que envolvem e direcionam a vida humana, especialmente as atividades profissionais.