Jogos são Forma Grátis de Lazer

Lazer é algo extremamente importante para todas as pessoas. Consta na constituição que todos devem ter direito ao lazer, para que juntamente com outras coisas como saúde, alimentação e moradia, possuam uma boa qualidade de vida. No entanto as opções de lazer costumam ser caras e assim vão ficando em segundo plano na despesa mensal das famílias.

A renda da maioria das famílias brasileiras acaba ficando comprometida com as despesas vitais como alimentação, aluguel, transporte, escola e saúde. As pessoas por necessidade colocam o lazer como último item da lista e que pelos limites financeiros, acaba por não ser realizado.

No entanto existem formas de lazer baratas ou até mesmo gratuitas. Como exemplo de forma gratuita pode-se citar os parques, museus, praças e pontos turísticos que são totalmente abertos ao público. Uma das maneiras mais utilizadas por todos (por necessidade ou não) são os jogos, sejam eles brincadeiras ou jogos virtuais. Os jogos podem ser comprados, como os de cartas, damas e tabuleiros, mas também podem ser uma atividade criada pelas pessoas, que não precise de nenhum objeto específico. A maioria das brincadeiras infantis trata-se desse tipo de jogos grátis.

Os jogos grátis não são necessariamente os infantis, existem também os jogos para adultos. Esses costumam ser jogos que utilizem mais o raciocínio ou com regras mais elaboradas do que os infantis. Podem ainda ser jogos que testem os limites das pessoas: limites de força, velocidade ou inteligência.

Existem ainda as opções que não são grátis, porém são baratas como: os jogos que precisam ser comprados (dominó, tabuleiros), os passeios públicos que cobram muito pouca pela entrada ou que só cobram se a pessoa utilizar determinados serviços, etc.

Sendo assim, as pessoas devem ver que existem várias formas de lazer possíveis mesmo quando não se tem dinheiro disponível para gastar com isso, tanto para adultos quanto para crianças.