Halitose: O Que Significa?

Halitose: causas e tratamento

Halitose: causas e tratamento

A palavra halitose deriva do latim halitus= ar expirado + ose= alteração.

Embora a halitose não seja uma doença, provoca mudanças no comportamento das pessoas, afetando suas relações interpessoais e auto-estima.

A halitose tem uma característica multifatorial, sendo estas características de origem fisiológicas (normais) como:

  • o hálito pela manhã,
  • por jejum prolongado,
  • alimentação inadequada,
  • ou sistêmicas, como diabetes, disfunção renal ou hepática entre outras.

Alguns outros fatores também podem comprometer o hálito como fumo, uso de medicações, bebidas alcoólicas, etc.

Quais são as causas da halitose?

Porém, na maioria dos casos, sua origem se dá na cavidade bucal por razões locais como má higiene bucal, baixa produção de saliva, doenças periodontais, próteses mal adaptadas ou restaurações inadequadas ou infiltradas por cárie.

As pessoas com alteração no hálito normalmente não percebem, devido a um processo chamado fadiga olfatória, no qual o nosso olfato se adapta rapidamente aos odores constantemente presentes. Por esse motivo, os portadores de halitose crônica acostumam-se com o seu hálito, não sendo capazes de notar a alteração de odor.

Halitose tem cura?

A boa notícia é que a halitose tem cura e, principalmente, pode ser evitada. Para tanto, bastam alguns cuidados simples, como realizar adequada higiene bucal, incluído a limpeza da língua, evitar longos períodos de jejum, tem uma dieta balanceada com alimentos fibrosos, tomar muita água e visitar semestralmente o seu dentista para realizar uma limpeza mais profunda. Assim, além de cuidar da sua saúde bucal, você cuida também da sua saúde emocional!!

Até mais!