Finanças Corporativas – Assessoria Financeira Empresarial

Finanças Corporativas - Assessoria Financeira Empresarial

Finanças Corporativas - Assessoria Financeira Empresarial

Até a última década do século passado, apenas 1% por cento da população brasileira tinha um diploma universitário. Uma reformulação do ensino superior ocorrida por volta de 1998 permitiu a abertura de mais vagas e a queda nos preços de mensalidades. Muitos cursos que só podiam funcionar em período integral passaram a ter aulas de manhã, à tarde e a noite, atendendo às mais diversas necessidades de horário dos alunos. Entretanto, o número de graduados continuou reduzido – cerca de apenas 10% dos brasileiros tinham alguma formação superior.

A grande revolução no ensino aconteceu mesmo quando a população pode finalmente se formar através de cursos à distância. Existem diversas categorias desse tipo de curso. Alguns são administrados pela televisão, outros através da Internet. Alguns enviam o material didático para a casa do aluno, outros exigem presença parcial – o aluno deve ir à escola para coletar as apostilas e fazer provas. Com eles, um número cada vez maior de pessoas tem acesso ao ensino, principalmente nas áreas rurais, onde a existência de universidades é rara.

Para fazer a diferença no meio de tantos graduados no mercado, o jeito continuar estudando. Uma pós-graduação à distância tem sido, muitas vezes, a solução encontrada para quem já está no mercado de trabalho. Os cursos de MBA à distância, por exemplo, estão entre os mais populares entre jovens empreendedores, que procuram atuar como assessores nas empresas. Entre os cursos de MBA que auxiliam a administração está o de finanças corporativas, que engloba basicamente todos os aspectos financeiros nas decisões empresariais.

O MBA executivo em Finanças Corporativas é voltado, especialmente, para a reciclagem ou aprimoramento de profissionais da área, embora qualquer graduado que tenha boa leitura de inglês possa ser aceito no curso. As grandes corporações estão sempre à procura de assessores financeiros para auxiliá-las na tomada de decisões, em análises de processos, consultoria, auditoria ou para administrar fundos e carteiras. Estes profissionais também podem atuar como consultores financeiros empresariais.