Filmes 3D podem Salvar a Indústria do Cinema, mas há quem seja Contra.

Filmes 3d podem salvar o cinema

Filmes 3d podem salvar Indústria do Cinema.

Agora que Avatar é o filme mais visto de todos os tempos e as vendas de DVD e Blu-ray estão em alta, a tecnologia 3D está ajudando a alimentar o ressurgimento da indústria cinematográfica. No entanto, nem todo mundo é fã. O crítico de cinema Roger Ebert afirma que, “A loucura atual de Hollywood pelos filmes em 3D é suicida.”

Em um artigo extremamente bem redigido para a Newsweek, Ebert coloca nove razões pelas quais os filmes em 3D são nada mais que uma distração “chata… impulsionada, em grande parte, para vender equipamentos de projeção caros e adicionar uma sobretaxa de US US$5 a US$7,50 nos ingressos de cinema, que por si somente já são caros”.

Nas demonstrações de Ebert, essencialmente, resume-se em um argumento onde ele aponta para o 3D como um facilitador da ganância que interrompe os “olhos da mente” (pois nossos olhos já enxergam em 3D), provoca dores de cabeça e apenas existe para criar uma impressão diferente da dos filmes comuns.

A seguir estão trechos que destacam a posição Ebert em 3D:

Muitos diretores, editores e cinegrafistas concordam comigo sobre as deficiências do 3D, da mesma forma como muitos amantes do cinema – mesmo os executivos, que se sentem atemorizados por outra obsessão de Hollywood com uma tecnologia que já era inútil quando brincavam com seus avôs usando estereoscópicos.

Eu acho que 3D é uma forma de extorsão dos pais cujos filhos são ensinados pela publicidade e colocação de produtos que os fazem “quererem” 3D.

O meio parece adequado para filmes infantis, animações e filmes como Avatar de James Cameron, que são em grande parte feitas em computadores.

Tenho a sensação de que jovens de Hollywood estão perdendo o sentimento instintivo para a história e para a qualidade que as gerações de diretores possuíam no passado.

Para as gerações mais jovens pode ser fácil classificar as declarações de Ebert como devaneios de um homem velho com medo de mudanças. Para aqueles com uma apreciação da arte de contar histórias, é mais fácil se identificar com seu ponto de vista, que articula mais sobre o medo de perder a grande arte que ele faz em oposição à tecnologia. Independentemente disso, os espectadores têm certeza que o 3D está aí para ficar.

  • Convenience

    Eu concordo em parte com sua opinião. Acredito sim que os filmes 3d estão mudando a maneira com que vemos o cinema, mas não acredito que essa tecnologia seja tão prejudicial…