Feng Shui, a Arte de Viver Feliz

O termo morar não tem só o sentido de abrigar, mas principalmente, um conjunto de fatores perceptíveis ou não, que somando à sensibilidade de quem vive no local, possam influenciar naquilo que se chama de bem estar. Então, os valores tendem a ser revistos…o retorno à moradia…antes de mais nada deve-se compreender a harmonia existente no local, as pessoas o que realmente elas querem e qual o conceito geral de viver bem.

Feng shui

Feng shui

Já se faz sentir a influência da cultura asiática aqui… no cinema, a arte, arquitetura, enfim…o Feng Shui, técnica de harmonização energética que visa não somente a organização espacial, mas principalmente a elevação do ser, através do equilíbrio entre as forças da Natureza, do Cosmo e do Homem.

Ele aborda a paisagem natural que é construída de forma sensível, intuitiva, mas, distante do que vemos e fazemos de maneira simples, nós nos habituamos a violentar a natureza. Simples assim.

E com este conceito atual de qualidade de vida atrelado ao ter, é que nos vemos mexendo neste eixo interno para entender que é preciso respeitar o ambiente, as pessoas, o movimento do mundo até mesmo as esferas espirituais, para que exista um resultado coeso, propiciando o crescer como

consciência universal.

O que tem o Feng Shui com isso? É mais um consumismo da vida moderna? Claro que não…

Em primeiro lugar, além de ser uma técnica de harmonização do homem com o meio ambiente e com as energias celestes, desenvolvida ao longo do milênio por cientistas orientais, é também uma ferramenta que pode contribuir para preencher o vazio que sentimos…e que se não buscarmos nesse período 8 (2004 a 2024) de energia (onde só haverá espaço para honestidade, o trabalho sério, a ética), os conceitos não irão mudar e, s im, regredir. Por isso, é preciso aproveitar este período para fazermos as mudanças internas e externas necessárias para construir uma sociedade mais justa…

E estruturar a linguagem do Feng Shui a técnicas palpáveis e menos intuitivas é fazer acreditar no real, na vida com qualidade. Assim, com certeza, é possível desenvolver uma maneira de pensar a arquitetura muito além das propostas baseadas somente em restabelecer a dinâmica urbana, mas
externos ao homem a sua essência.

Ao adquirir um apartamento novo em São Paulo, foi exatamente nisso que eu acreditei, por isso tenho essa visão e o conceito integral do homem e o seu eixo como moradia. Feng Shui, para mim, é a arte de viver feliz!