Facebook é Só Perda de Tempo?

O Facebook, rede social que emergiu exponencialmente nos últimos anos, chegando na casa dos 1 bilhão de usuários na semana passada, é, sem dúvida para alguns uma grande perda de tempo, é sinônimo de irrelevância e falta de compromisso. Quero exemplificar neste artigo que o Facebook pode e certamente vai muito além deste preconceito de quem nunca usou-o ou o usou como um simples passatempo.

Facebook é Perda de Tempo?

Facebook é Perda de Tempo?

Na última década este foi a rede social que mais cresceu online, superando o velho MySpace e o filho mal educado do Google, o Orkut, que possuía a hegemonia e o total controle dos usuários brasileiros. Sem mais delongas, o Facebook é, pura e cruelmente, só perda de tempo?

Depende, esta é a resposta e, o fator de dependência, é, invariavelmente, um: Quem está usando. O Facebook pode muito bem ser utilizado como uma ferramenta de trabalho, possibilitando contato com outras pessoas do mesmo nicho profissional, ou pode servir para mandar mensagens bonitinhas (aliás, se este é seu caso, visite este site) para amigos.

Praticamente todas as pessoas estão no Facebook, inclusive algumas nem mais do mundo dos vivos fazem parte (através de alguns perfis falsos), o que possibilita um contato mais facilitado e próximo do seu possível cliente ou do simples contato de trabalho. É, entretanto, importante que as coisas sejam separadas. Se você usará o Facebook como ferramenta de trabalho é plausível que não adicione contatos pessoais ou curta páginas de humor, pois isto fará com que você, uma hora ou outra, perca tempo ou acabe, ainda, tendo de resolver algum problema pessoal em seu horário de trabalho.

Um estudo recente demonstra que, em âmbitos de trabalho em que o Facebook é permitido, cerca de 30% do tempo de trabalho é perdido com distrações dentro da rede, muitas vezes ocasionada por peças humorísticas e/ou interessantes além das velhas mensagens para Facebook que são enviadas e postadas a todo instante.

Enfim, acho que já conseguimos trazer uma série de informações sobre o que deve e o que não deve ser feito na rede para que se consiga um bom desempenho no horário de trabalho, ou melhor, como utilizar o Facebook para trabalhar. Usar, sempre, o bom senso, que será seu maior aliado nas horas de dúvida, pra tudo. Enfim, acho que já filosofamos demais, desejamos uma boa sorte e pudor na utilização desta incrível rede social e lembre-se: se não se acha capaz de utilizá-la moderadamente, talvez seja melhor nem adentrá-la.