Evento Discute o Carnaval 2013

Carnaval 2013

Carnaval 2013

Carnaval de 2013 terá blocos de rua em comunidades pacificadas do Rio

O evento “Desenrolando a Serpentina” que aconteceu no espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro teve como objetivo discutir questões do Carnaval 2013. A Associação Independente de Blocos do Carnaval de Rua da Zona Sul, Santa Teresa e Centro da Cidade do Rio de Janeiro (Sebastiana), responsável pela organização do evento, levou os participantes a conversarem sobre a ocupação da Zona Portuária, os blocos de rua nas comunidades com Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e ainda a criação do centro de memórias do Cordão do Bola Preta um dos mais tradicionais do carnaval carioca.

Autoridades discutem os problemas do Carnaval Carioca

O evento contou com a participação de Amauri Soares, diretor de projetos especiais da Globo Rio, Pedro Ernesto, presidente do Cordão da Bola Preta, Alex Martins, coordenador de operações da Riotur, Rita Fernandes, presidente da Sebastiana e Pedro Guimarães, subsecretário e turismo.

Alex Martins comentou sobre a importância de traçar planos específicos para que o número cada vez maior de foliões na rua por conta da gratuidade do evento – não são vendidos ingressos do carnaval – não seja um problema no carnaval do Rio de Janeiro. “Temos que administrar o crescimento dos blocos para que ele não se torne nosso inimigo”, disse ele.

Após o debate evento usou música para contar a história dos blocos

Além dos debates, o evento teve ainda diversos shows de artistas ligados ao carnaval. O show “Nessa Onda que Eu Vou”, nome em homenagem à letra de música do bloco Bafo da Onça, abriu o palco e mostrou a história dos blocos de rua em forma de música. O encerramento da noite ficou por conta da gafiera da Sebastiana.

O evento terá uma nova atividade. No sábado (17 de novembro), entre 11h e 13h vai haver outra conversa, agora com os representantes de blocos de rua e associações de moradores dos bairros afetados pelo carnaval.