Ela vai pra muito longe…

 

Como qualquer pessoa no mundo, nós sempre buscamos melhorar nossas condições de vida, da psicológica à social e – principalmente – a financeira. Por isso, é comum que eventualmente nos arrisquemos a buscar sonhos em locais mais distantes, pelo menos quando a ideia nos parece boa. É assim que, de repente, nos vemos concorrendo a uma vaga num local distante – às vezes até em outro país.

 

E pode acontecer de alguém lá gostar do nosso currículo. Sim, pode dar certo! E então nos convocam para um teste, ou mesmo um período curto de “test drive” no cargo… e aí acontece: somos contratados. De repente, vemos nossa vida virar de cabeça pra baixo porque, além da mudança de emprego, tem também a mudança de cidade. Casa nova, endereço novo… casa… nova? Nossa, mas será que tem alguma empresa de mudanças que vá pra tão longe assim?? E agora, como vou fazer?

 

Agora não sei o que faço!

 

Chegou-a-hora-de-arrumar-as-malas-e-partir-para-outro-lugar.Mas vamos supor, então, que você mora em uma cidade pequena em que não haja serviço de mudanças para grandes distâncias. Você pode fazer o caminho inverso: contratar uma empresa da nova cidade para vir buscar sua mudança. Logisticamente, o caminho vai ser exatamente o mesmo que a empresa da sua cidade faria – ela deveria levar sua mudança e depois voltar. Nesse caso, a empresa viria buscar e depois voltaria. Tudo é conversado.

 

E a ideia de vender tudo aqui e comprar de novo lá? Ela é muito prática mas vai exigir um grande poder de desapego de sua parte – afinal, alguns móveis já devem ter um certo valor sentimental para você, ou talvez tenha pertencido a alguém de quem você gostava muito. Se você não tiver essa capacidade (e pode acreditar, pouca gente tem), então o jeito é buscar e contratar uma empresa de mudanças que possa cuidar do seu caso. Senão, não pense duas vezes: venda tudo e leve só as roupas e objetos pessoais; refaça sua vida e sua casa por lá mesmo. É até gostosa essa experiência!

 

E a decisão de largar tudo ou vender a grande maioria das coisas, toma ainda mais força principalmente quando esta oportunidade se apresenta para morar em um novo país. E a verdade é que neste caso especificamente as coisas ficam mais fáceis de se desfazer, porque a empolgação de conhecer uma nova nação te ajuda a tomar decisões mais importantes. Um exemplo triste, mas bastante comum disto, é o desmanche de alguns namoros que não suportam a distância que esta oportunidade trouxe para a relação.

 

Claro-que-algumas-dificuldades-aparecerão-no-começo-da-nova-rotina.Mas pensando pelo lado bom, essa motivação especial para agarrar a oportunidade, também serve de um empurrão extra para conseguir passar por todo o processo burocrático que a situação demanda. Com certeza, um dos mais trabalhosos é o processo de visto L1 (visto para trabalho), que requer bastante concentração e determinação para obter sucesso.

E como se não pudesse piorar, precisamos pensar na adaptação a nova cultura, língua e a rotina de conviver com tudo novo e desconhecido em um lugar distante de casa. Provavelmente a língua é aquela que menos te prejudicará no início, e para achar um brasileirinho perdido em qualquer canto desta terra também não e nada difícil. O importante é fazer valer a pena a experiência, e aproveitar o privilégio de poder fazer sucesso longe de casa.

Seja lá qual decisão tomar: boa sorte!