É preciso saber distinguir os verdadeiros protetores, para não confundir!

É fácil distinguir os verdadeiros protetores, os que se dedicam a proteção animal por amor, por idealismo e por convicção. Proteção animal é matéria séria e não meio de ganhar dinheiro ou fazer promoção pessoal. Desde os mais remotos tempos , ensina-se que, nas questões complexas, que envolvem animais e pessoas, é preciso saber bem distingui-las.Na atualidade , em todas as áreas do conhecimento, em todos os segmentos da atividade humana, é importante reaprender a sábia lição dos antigos.

Em todas as atividades , há os que são realmente sérios, competentes e dedicados , e há, infelizmente os oportunistas e imediatistas, que só visam lucros. Na defesa animal, há defensores e “defensores”(entre aspas). Os primeiros são pessoas estudiosas, idealistas, abnegadas, que sacrificam até interesses pessoais legítimos, em prol da Causa. São movidos por um grande amor aos animais, por ter uma grande consideração e admiração por eles , nutrem um sincero desejo de promove-los na sociedade.

De consciência ecológica bem formada, estas pessoas tem um passado de lutas e de realizações positivas e construtivas. Mas, há os que não entendem nada de proteção dos animais, não respeitam e nem praticam os principios e valores que foram pregados por São Francisco de Assis. Desconhecem a humildade e pregam a prepotencia, e , na ansia de se posicionar sempre como pessoa muita esperta, enxerga nos assuntos relacionados aos animais algo rendoso para conquistar seus interesses pessoais.

Sempre surgem de forma espalhafatosa através de manifestações vazias, fazendo de tudo para aparecer na midia e ao perceber que seu objetivos não estão obtendo os resultados esperados, pois as atitudes irregulares começam a se tornarem evidentes, ao invés de assumir suas falhas, preferem sumir, deixando para trás uma “nódoa” na imagem de uma causa nobre junto a opinião pública, que terá que ser removida através de um grande trabalho de resgate de imagem a ser realizado pelos verdadeiros protetores. Quem realmente ama uma causa, jamais se afasta dela, luta com esforço e persistência para que ela cresça, evolua e seja cada vez mais valorizada e respeitada.

Cada um deve saber usar o seu discernimento, para bem identificar e distinguir uns e outros, os que sabem ASSUMIR suas ações, e os que acham mais comodo SUMIR, quando a situação fica complicada para seu lado, devido seu comportamento irresponsável e descomprometido com o bem estar dos animais. É preciso que os bem intencionados, menos avisados, não se deixem levar pelos falsos protetores que tentam se infiltrar na Causa dos Animais. Fonte: www.animalivre.com.br