Dicas para o Sucesso numa Entrevista de Emprego

De uma forma geral, a entrevista é um passo indispensável para conseguir um emprego. Poucas são as entidades empregadoras que admitem trabalhadores sem passar por essa etapa. Por mais completo e exaustivo que seja o curriculum do candidato, a entrevista permite avaliar capacidades ou carências que de outra forma passariam despercebidas, daí que seja um recurso utilizado quase na totalidade dos processos de seleção.

Face à importância da entrevista num processo de seleção, naturalmente que a apresentação e a atitude do entrevistado assumem uma relevância que não pode de forma alguma ser descurada. Diz-se, com alguma piada mas com grande assertividade, que não há uma segunda hipótese para causar uma primeira boa impressão. É um dado adquirido que uma má impressão inicial pode ser muito difícil de ultrapassar, tanto mais que falamos de uma entrevista que tem sempre uma duração limitada.

Por tudo o atrás referido, é essencial tomar vários cuidados antes de se sujeitar a uma entrevista de emprego.

Desde logo, é fundamental ter consciência de que o entrevistador sabe o que pretende e teve anteriormente acesso ao curriculum do candidato. A título de exemplo, não vale a pena apresentar um curriculum que não corresponda à realidade. Se isso aconteceu, é na entrevista que o candidato será descoberto, caso não domine e não sejam verdadeiras as informações que apresentou.

A apresentação é muito importante e existem vários cuidados a ter. O vestuário deve ser adequado ao momento, significando isto que não faz sentido usar fato e gravata se a entrevista for para um lugar de padeiro. Contudo, o candidato a padeiro também não deverá levar o seu uniforme de trabalho. Deve existir a noção de que a roupa utilizada na entrevista transmite a imagem do que é o candidato.

O candidato deve mostrar-se confiante e agir com à vontade e simpatia, cumprimentando os entrevistadores. É muito importante aguardar que o convidem a sentar-se. Entrar numa sala e sentar-se de imediato, sem ser convidado, e sem saudar os presentes, ainda que com um “bom-dia”, é um passo gigante para ser preterido.

Um candidato que esteja constantemente a mexer-se a na cadeira, mudando a sua posição, transmite nervosismo. No decorrer da entrevista deve sempre manter-se uma postura correta.

Devem ser evitadas a todo o custo distrações. Por norma as salas onde se realizam as entrevistas são locais sóbrios e sem grandes motivos de distração. Apesar disso, tratando-se de um local novo para o entrevistado, pode surgir a tentação de vaguear pelo espaço. Essa tentação deve ser afastada a todo o custo e o candidato mostrar-se interessado e atento.

O excesso de confiança e o autoelogio são dois pecados que alguns candidatos cometem e que podem tornar-se erros irremediáveis. Todos os entrevistadores gostam de pessoas confiantes mas o excesso motiva más reações e uma grande probabilidade de exclusão do emprego.

O entrevistado deve sempre olhar o entrevistador nos olhos e responder com determinação às questões colocadas. No caso de não entender, o único caminho é pedir para repetir a questão. Não responder de forma assertiva por não ter percebido qual foi a pergunta e facilmente detetado.

Seguindo as indicações explicadas acima, haverá grandes possibilidades de a entrevista terminar com sucesso, abrindo boas perspetivas para um emprego.