Dicas para Escolher a Câmara Frigorífica

Usada em diferentes segmentos da indústria e comércio, a câmara frigorífica garante o armazenamento de diferentes tipos de alimentos. Elas possuem dimensões diferentes e podem ser feitas por encomenda ou adquiridas já prontas. Geralmente, uma câmara fria é composta de módulo frigorífico (de metal ou alvenaria), uma porta frigorífica que pode ser de correr, giratória, guilhotina ou de outro tipo, o equipamento de refrigeração split system ou plu – gin , além de acessórios como prateleiras, pallet, estrado e outros. Conheça mais sobre as câmaras e quais recomendações na hora de escolher.

Materiais

Câmara frigorificaBasicamente, dois materiais são amplamente utilizados para a confecção das câmaras frigoríficas. O Poliestireno (EPS) – o isopor tem perdido espaço, por conta do acúmulo de umidade ao longo do tempo a perda da capacidade de isolar a temperatura. O isopor acaba ficando encharcado e isso faz com que o compressor trabalha mais e consuma mais energia. O poliuretano (PU) está substituindo o isopor e tem sido mais empregado por não absorver a umidade e ainda conta com um aditivo que o faz resistente à propagação de fogo. O PU pode isolar ambientes com diferentes espessuras, ocupando menos espaço que o isopor.

Como são fabricadas

São dois modos para a fabricação de uma câmara frigorífica, sendo a primeira de alvenaria em que as placas do material isolante são fixadas e logo após são cobertas com uma camada de cerâmica ou azulejo. A desvantagem deste modelo é a perda de espaço de armazenamento e se for necessário ampliar ou mudar de local será necessário demolir a câmara.

O outro modelo é o de painel modulares que são encaixados uns aos outros e não é necessário o apoio para montar (paredes). Esse tipo permite o ganho de espaço e a possibilidade de ampliar, bem como a relocação sem perda do material isolante. Se a intenção é solicitar a uma empresa ou pessoas para fabricar a câmara, é importante informar precisamente suas necessidades para não haver problemas no cálculo da carga térmica.

O que levar em consideração

Câmara frigorífica

Ao comprar ou solicitar a fabricação de uma câmara fria é necessário levar em consideração alguns fatores, entre eles a rotatividade, que é o espaço de período em que ela receberá uma nova carga. Quais os produtos a serem estocados, o que permitirá determinar qual a temperatura de entrada, que é a temperatura do produto que abastecerá a câmara. Se a câmara for usada para manter um produto congelado, ela se tornará uma câmara de saída. Uma má utilização da câmara, bem como seu equilíbrio da temperatura é determinante para a conservação do produto.

É importante estabelecer o bom isolamento térmico para o bom rendimento da câmara, além da economia de energia. Isso fará com que a câmara reduza as trocas térmicas, mantendo a temperatura da parede externa isolada e próximo a temperatura do ambiente. A iluminação conta muito para a escolha de câmara, pois é importante escolher um modelo fosforescente ou de xenônio, que apresenta uma vida útil maior do que as incandescentes, consomem menos energia e ainda não aumentam a temperatura interna. Com essas dicas é possível acertar na escolha dos componentes.