De uma vez? Talvez não

Um recente estudo feito por pesquisadores britânicos a respeito da dependência do cigarro, através de testes feitos com voluntários, chegou a uma nova conclusão a respeito da melhor forma de se abandonar esse vício. Segundo a pesquisa, o ato do fumante largar o hábito de uma vez, ao invés de, fazê-lo gradualmente – ou seja, diminuindo a quantidade de cigarros fumados aos poucos – teria um efeito significativo no sucesso da empreitada.

Dando um basta no cigarro.

Dando um basta no cigarro.

O grupo de usuários que optaram por largar totalmente os cigarros, após seis meses, tiveram 25% a mais de sucesso do que os que faziam parte de quem diminuiu aos poucos o uso. Essa diferença tem a ver com o fato de que a o processo de reduzir a quantidade de cigarros fumados é por si só uma tarefa complicada, em adição à batalha propriamente dita de largar o vício em si.  Com isso, uma questão acabava se sobrepujando à outra – não havia progresso em deixar de fumar quando a quantidade de cigarros não diminuía, em outras palavras.

Ajuda

A questão de largar o cigarro de uma vez, entretanto, não é assim tão simples. Os próprios participantes da pesquisa em sua maioria, de ambos os grupos, disseram que prefeririam tentar parar através da diminuição gradual do número de cigarros fumados. Se essa não é uma tarefa fácil para boa parte daqueles que estão tencionando a deixar o vício de lado, imagine uma completa abdicação de uma hora para outra. É justamente buscando equilibrar essa questão que entram em cena tratamentos e medicamentos como a Bupropiona.

A nicotina, um dos principais elementos componentes do cigarro, age nas regiões do cérebro responsáveis pela sensação de bem-estar liberem uma substância chamada dopamina, fazendo com que o corpo humano passe a relacionar esse bem-estar com a presença de nicotina. A Bupropiona age justamente como uma adversária da nicotina nesse processo, fazendo com que o corpo se “desacostume” a associar o nocivo componente do cigarro à sensação de prazer em um processo gradual.

Determinação

Parar de fumar é uma atitude sensata e recomendável, mas não necessariamente fácil. Independente da maneira com a qual você resolva encarar o desafio de largar o cigarro, seja de forma imediata ou progressivamente, conforme os dois grupos analisados pelo estudo, o uso de medicamentos como a Bupropiona pode ser um elemento importante nesse processo.

Dando um basta ao cigarro.

Dando um basta ao cigarro.

O primeiro passo é realmente decidir parar de fumar. Para o que vem a seguir, entretanto, não existe uma regra estabelecida: cada pessoa se comporta de uma forma diferente, cada organismo reagindo também de maneira única. Ou seja, não existe uma “forma certa” de se largar o vício do cigarro, seja através da completa abstenção ou do abandono gradual; isso vai depender bastante de como você vai reagir a esse processo, algo para o qual não existe forma de se prever. Estando determinado, buscando tratamento adequado e com a ajuda de auxiliares como a Bupropiona, a jornada pode variar de extensão, mas certamente terá um final recompensador para seu corpo e sua saúde.