Curiosidades Sobre a Onça-Pintada

Curiosidades Sobre a Onça-Pintada

Curiosidades Sobre a Onça-Pintada

A onça-pintada ( Panthera onca ), também conhecida como jaguar ( nome de origem na Mitologia Guarani), é um felino da família Feliade que habita as Américas. A onça-pintada – além de ter uma beleza rara em sua pelagem, que é amarelada, mais clara na parte ventral – também é caracterizada por manchas pretas em forma de rosetas de diferentes tamanhos; essas rosetas são como a “impressão digital do animal”, uma vez que cada onça possui uma pelagem diferente da outra. O interessante é que em algumas onças-pintadas ocorre o fenômeno do melanismo, onde a coloração amarela é substituída por tons escuros; e nesse estágio, o animal é chamado de onça-preta, ou jaraguá-pichuna, em tupi-guarani.

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

Sem dúvida a onça-pintada é o maior e mais feroz felino do continente americano. Seu corpo é robusto, compacto e musculoso. Em geral os machos são mais pesados que as fêmeas. O comprimento total da onça-pintada pode variar de 1,7 a 2,4 metros, e sua altura chega a 90 cm; e ela inclusive pode passar dos 125 kg, embora a maioria das onças-pintadas pese menos de 90 kg.

A fêmea tem um período de gestação que é em média de 100 dias, onde geralmente nascem dois filhotes que só passam a enxergar quando atingem 2 semanas de vida. E segundo os especialistas, os filhotes permanecem com a mãe por mais de um ano. Mas antes da emancipação, eles aprendem com a mãe tudo o que precisam para sobreviver, como caçar sozinhos. O tempo médio de vida de uma onça-pintada é de 20 anos.

LOCALIZAÇÃO E HÁBITOS ALIMENTARES

A onça-pintada geralmente vive às margens dos rios, e inicialmente ela era facilmente encontrada desde o sudoeste dos Estados Unidos até o norte da Argentina. Mas hoje seu território diminui sensivelmente, e pode-se dizer que, fora do Brasil, a onça-pintada pode ainda se encontrada em grande parte da América Latina onde há florestas quentes e úmidas. E um fato curioso a respeito das onças-pintadas é que as espécies que habitam áreas de florestas tendem a ser menores do que as que habitam áreas abertas, como o Pantanal, no Brasil.

A onça-pintada é uma grande caçadora, que se caracteriza por surpreender a presa no momento da caçada. Ela costuma caçar preferencialmente ao anoitecer ou um pouco antes de amanhecer. E suas patas, apesar de serem curtas, lhe proporcionam uma grande força, o que ajuda muito na hora de caçar animais possantes como antas, queixadas, capivaras, tamanduás, veados, pacas, jacarés, e até jiboias e sucuris, em situações extremas.

SITUAÇÃO ATUAL

Infelizmente, em razão da fragmentação do seu habitat, a onça-pintada está sob risco de extinção. Ademais, outra grande ameaça são os criadores de gado que acabam abatendo as onças, em retaliação aos prejuízos causados – isso sem contar os animais que também são abatidos com o objetivo de alimentar o comércio ilegal de peles.

Mas apesar dessas ameaças, autoridades de vários países não medem esforços para proteger a onça-pintada; e podemos citar como exemplo “a criação de reservas naturais”, onde a espécie pode gozar de certa proteção. E espera-se que outras iniciativas como esta saiam do papel, para que as gerações futuras, assim como nós, também possam contemplar esse que é o maior felino do continente americano.