Creatina – Como Tomar? Dicas de Uso da Creatina

O que é a creatina? Como devo tomar creatina? Quais são os efeitos colaterais da creatina? A menos que você acabou de chegar de outro planeta, você deve saber que quando se trata de suplementos para tonificar os músculos, a creatina é o suplemento alimentar mais indicado e um dos mais conhecidos.

Atualmente, a creatina tem sido todos um dos suplementos mais pesquisados a venda no mercado. Diversos experimentos científicos com a creatina mostram que, quando utilizada corretamente, resulta em aumento de massa muscular, melhora dos níveis de energia, aumento de força muscular e melhora no desempenho físico. Há uma nova série de pesquisas recentes mostrando que a administração de creatina tem um efeito significativo sobre a memória e a inteligência, e na função de imunidade. Mais força, mais inteligência e saúde é uma combinação sólida desejável para todo praticante de atividade física.

Creatina Dicas de Uso

Creatina Dicas de Uso

O que é creatina?

A creatina atua, apoiando a produção de ATP (energia) no tecido muscular, resultando em crescimento celular criando um ambiente mais positivo para o crescimento muscular. Por ter mais reserva de energia no tecido muscular, o corpo agora tem a habilidade para treinar mais com maior intensidade. Isso significa mais repetições, séries, cargas mais pesadas, mais poder explosivo e uma recuperação mais rápida. Cada um destes estímulos são requisitos fundamentais para o crescimento muscular contínuo para qualquer atleta ou praticante de musculação. A creatina é simplesmente um mecanismo que permite que você trabalhe mais e com maior eficiência.

Como devo tomar a creatina?

Tomar ou não tomar, eis a questão. Há três pesquisas comprovadas para escolher. Cada método depende de uma variedade de razões:

• Método 1: Seis dias tomando 10 gramas por dia, e posteriormente 2 a 3 gramas nos próximos dias após os primeiros seis.

• Método 2: 3 a 5 gramas por dia em longo prazo.

Pensava-se que esta primeira fase do método 1 era obrigatória para maximizar os efeitos da creatina, mas há pesquisas que mostram não ser benéfico para o organismo essa sobrecarga durante os primeiros seis dias, principalmente devido ao desconforto gastrointestinal, diarréia e outros problemas desta natureza. Por isso escolha preferencialmente o método 2. Tome a creatina depois do treino e, se puder, utilize outro suplemento protéico logo após.

Que tipo de creatina que devo comprar?

Existem muitas empresas que oferecem os suplementos de creatina por aí, porém sempre escolha as opções mais puras deste suplemento.
Há muito debate sobre a pureza da creatina e é inaceitável que os suplementos de creatina não são tudo a mesma coisa.

Uma boa opção é a creatina etil éster, que é uma nova forma de creatina. É constituída de álcool creatina e ácido, o que significa uma melhor taxa de absorção nos tecidos. Os fabricantes afirmam que não provoca inchaço, dores ou desconforto no estômago e é transformada em músculo mais rapidamente, apresentando melhores resultados.