Controle de Estoque

Controle de Estoque

Controle de Estoque

Uma das dúvidas mais frequentes que se pode ter relacionada ao controle de estoque, é como realizá-lo e a sua importância, sendo assim, vamos desvendar agora as duas questões. Em primeiro momento, vale lembrar que muitas empresas acabam por enfrentar graves problemas justamente por falta de controle de estoque, sendo que na realidade, este problema poderia ser facilmente resolvido, então vejamos agora como:

Por que fazer controle de estoque:

O controle de estoque serve para que a empresa, independente de ser de produtos ou serviços, tenha conhecimento do material que é gasto no seu dia a dia, se possui produtos para venda o suficiente, se possui material para realizar pedidos, como por exemplo papel e caneta, sim, este controle é da área mais básica, a mais complexa, como por exemplo tinta para a confecção da caixa de um produto.

Sendo assim, o controle de estoque é importante para que a empresa tenha conhecimento do material que gasta, do material que recebe, e o quanto este material “sobreviverá” no decorrer de um ou mais meses.

Como fazer controle de estoque:

Apesar de parecer algo complexo, na realidade pode ser algo mais simples, como por exemplo a contratação de uma pessoa específica para realizar apenas este trabalho, assim como também utilizar sistemas interativos, que podem ser comprados e até mesmo desenvolvidos para esta finalidade. Nos dias de hoje encontramos diversas empresas que possuem sistemas próprios, que podem mostrar, por exemplo, que um produto foi vendido, e automaticamente é mostrado quantos ainda há em estoque, e em quanto tempo deverá ser solicitada uma nova quantia deste.

E para empresas pequenas, este controle pode ser feito de uma forma mais simples, trabalhosa, e mais economica, com o famoso balanço, onde a cada 15 dias, ou até mesmo a cada semana, deve-se fazer a contagem de material que se possui disponível, o quanto foi vendido, e o quanto é necessário para que se possa fechar o mês, assim como também quanto tempo poderá ficar se este produto.

No setor alimentício, por exemplo, este controle deve ser realizado com mais critério, afinal, os produtos possuem data de validade e não podem, de forma alguma ficar próximo a esta data para disposição a venda.