Conheça Mais Sobre Resistências Elétricas Indústriais

O que é uma resistência elétrica?

Resistências elétricas são dispositivos que transformam energia elétrica em energia térmica. Com aplicações em qualquer aparelho doméstico que gera calor, como por exemplo, um chuveiro elétrico, um secador de cabelo, um ferro de passar roupas, uma estufa elétrica ou um aparelho de ar condicionado. Resistências também podem ser aplicadas em ferramentas industriais que necessitam de aquecimento, calor constante, altas temperaturas para reações químicas e muitas outras necessidades.

Como funciona uma resistência elétrica?

Resistência de chuveiro elétrico

Resistência elétrica de chuveiro

A forma de funcionamento de uma resistência elétrica industrial é muito similar àquelas existentes nos aparelhos domésticos mais comuns (ferro de passar, secador de cabelo, etc.). Nesses sistemas, o calor é produzido pela corrente elétrica que atravessa um fio metálico, chamado de condutor. É nesse momento que um fenômeno físico acontece, o chamado efeito Joule (nomeado devido a James Prescott Joule que estudou o fenômeno em 1840), que é o efeito de transformação de energia elétrica em energia térmica. Para essa transformação de energias acontecer os elétrons se chocam com os átomos do condutor e em decorrência desses choques a energia cinética média de oscilação de todos os átomos aumenta resultando no aumento da temperatura do condutor, assim gerando a tão esperada energia térmica.

Quais são os tipos de resistências elétricas industriais?

A lista de resistências elétricas industriais é muito extensa, com várias finalidades e tipos como, por exemplo, resistências fundidas em alumínio, tubulares, microtubulares, tipo cartucho, tipo coleira, infravermelho, placas em mica, para tambor, para injetora, para extrusora, para manifold, além de tipos especiais como capas térmicas, conectores cerâmicos (sindal) e marmiteiro elétrico em aço inox. Conheça aqui alguns desses modelos:

Resistência Tipo Coleira

Esse tipo de resistência esta entre as que mais apresentam opções para as mais variadas necessidades. Em formato de coleira (similar à coleira de animais) você pode encontrá-las com bico blindado em aço ou latão, em mica e em cerâmica com ou sem capa térmica. Ela é geralmente desenvolvida em aço inox, fila liga 80/20.

Principais usos:

Suas principais aplicações são em injetoras, sopradoras, extrusoras, aquecimento de tambores, tubulações, potes de cola e parafina, maquinas de embalagem, aquecimento de hotmelt, maquinas de selagem de copos plásticos, trefila de maquinas sopradoras, aquecimento de pinos, rolos e carretéis.

Resistência para tambor

Resistência para tambor

Resistência Para Tambor

Também chamada de “cinta térmica”, esse tipo de resistência envolve o tambor ou balde enquanto é presa por um fecho de fixação articulado facilmente ajustável para realizar a transferência de calor. Os melhores modelos de resistências para tambor são fornecidos com isolação térmica em fibra cerâmica para conservar e economizar o calor gerado pela resistência.

Principais usos:

Essa resistência se destaca por ser projetada para aquecimentos práticos e rápidos em diversas aplicações como: derretimento, degelo e controle de viscosidade de resinas sólidas e semi sólidas, graxas, óleos, adesivos, massas, melaços, gorduras, materiais, viscosos similares e manutenção de materiais em temperaturas elevadas.

Resistência Tubular

Podendo ser fabricadas no tamanho e espessura ideais conforme a necessidade da empresa, as resistências tubulares são as mais adaptáveis do mercado. Para cada aplicação são determinadas diferentes potencias, materiais e possíveis acessórios.

Principais usos:

Suas possíveis aplicações são inúmeras justamente por existir o fator adaptabilidade, porém os principais modelos padrão são: resistências tubulares para estufa tipo aletada e aletada helicodeal, para banho químico, blindada para caldeira, para degelo, para imersão, para marmiteiros, para sauna, sobre borda e radiador de ar quente.

Resistência microtubular simples.

Resistência microtubular

Micro Tubulares

Esse tipo de resistência é o sinônimo de alta potência e temperatura uniforme em espaços reduzidos. Elas são desenvolvidas com a função de aquecer superfícies cilíndricas, planas e de formatos irregulares. Por possuírem um controle elas funcionam em aplicações de temperaturas altíssimas, além de ter ótima condução de calor e resposta rápida.

Principais usos:

Apresentada nos modelos simples ou blindada seus principais usos são para: máquinas de embalagem, aquecimento de rolos de selagem, aquecimento de pinos, rolos e carretéis e etc.

Resistência Tipo Cartucho

As resistências elétricas tipo cartucho são apresentadas em dois modelos: de alta carga e de baixa carga. Na maioria de suas aplicações são inseridas no estampo de metal, onde aquecem, fundem, moldem ou prensam outro material de acordo com a necessidade.

Principais usos:

São indicadas para diversas aplicações, entre elas: moldes de injeção plástica, máquinas de hot-stamping, equipamentos de empacotamento, máquinas de corte e solda, injetoras, extrusoras, desumidificação de painéis de comando, equipamentos de laboratórios médicos e etc.

Capa térmica sextavada.

Capa térmica sextavada

Capas Térmicas

São uma importante solução de economia e otimização do calor gerado por resistências elétricas. A economia acontece porque com uma capa térmica, o calor perdura por mais tempo, mesmo com a resistência desligada. Com ela ligada, além de auxiliar na absorção e uniformização do calor para diversas atividades, as capas também geram mais segurança contra possíveis choques e/ou temperaturas para os operadores das máquinas. Elas podem ser encontradas nos modelos: circular com ou sem ventilação e sextavada com ou sem ventilação.

Principais usos:

As capas térmicas podem melhorar o desempenho de diversos equipamentos industriais como, por exemplo, extrusoras, injetoras e sopradoras plásticas, entre outros.

Conectores (Sindal)

Os conectores servem para fazer a conexão entre um fio e outro. São fabricados em diversos tamanhos, espessuras, formas, larguras e materiais, porém o material mais comum é a cerâmica.

Principais usos:

Suas formas de uso são diversas, sendo ele bastante utilizado em instalações e aparelhos elétricos.

Marmiteiro elétrico em aço inox.

Marmiteiro elétrico

Marmiteiro Elétrico

Um marmiteiro elétrico é uma solução prática, eficiente e econômica para refeições no setor industrial e de obras e atividades temporárias. Um bom marmiteiro elétrico geralmente tem espaços para esquentar ao vapor ou banho-maria cerca de 25 a 100 marmitas de uma só vez. Recomenda-se o uso de estrutura em aço carbono por sua durabilidade.

Principais usos:

Obras, indústrias, atividades e instalações diversas.

E se eu precisar de uma resistência especial para mim?

Se as resistências existentes não oferecerem suporte ao que você ou sua empresa necessita a empresa Itaquá Resistências disponibiliza para você a opção de escolher o tipo, as medidas e as espessuras para a sua resistência (inclusivemarmiteiros). É uma dica para quem tem negócios com nichos de mercados muitos específicos, ou diversas necessidades diferenciadas.