Conheça as Novidades no Mercado de Gasolina com o Lançamento do Dispenser Reliance

A empresa Wayne, é um grande negócio da GE grande líder no mercado de bombas de combustível, além de contar com diversas soluções para postos de serviços anunciou recentemente um lançamento de novos dispensers para ARLA 32 (Agente Redutor Líquido Automotivo). Este produto foi apresentado para o mercado recentemente e é o primeiro dispenser do tipo que é fabricado e comercializado no Brasil desenvolvido especialmente para a uma solução de armazenamentos para os aditivos.

Este modelo é bastante moderno, compacto e ainda acessível, uma excelente alternativa para toda a crescente demanda no Brasil de soluções voltadas para um sistema de antipoluição.

Conheça um pouco mais sobre esta nova tecnologia

O Reliance foi criado com a finalidade de ajudar a manter toda a integridade do ARLA evitando assim qualquer tipo de riscos de contaminação. Com isto o dispensador inclui uma série de componentes considerados especiais para resguardar o ARLA em temperaturas equivalentes entre -11 °C e 50 °C . É interessante citar ainda que ele é totalmente compatível para a utilização em postos de gasolina que contam com tanques de armazenamento subterrâneos ou ainda de superfícies. Além disso, possui soluções de antipoluição para a crescente demanda no Brasil.

Todas as normas técnicas existentes hoje requerem um tipo de esforço diferenciado e especial em termos de desenvolvimento de tecnologias. Com isto devido a toda a corrosividade do ARLA todos os materiais utilizados foram testados e investigados.

É importante citar que todos os novos tipos de caminhões existentes no mercado produzidos no Brasil contam com o tanque de ARLA obrigatoriamente tudo isto devido ao “Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores” (PROCONVE). Com isto o aditivo é conhecido como o AdBlue na Europa e nos Estados Unidos é conhecido como DEF. A utilização do ARLA ajuda ainda a reduzir todas as emissões de óxidos pelos motores de veículos, estes que são os gases mais poluentes existentes e responsáveis pela ocorrência da chuva ácida.

Com isto é possível promover uma grande inovação antecipando assim todas as demandas existentes no mercado, aumentando toda a sua procura pelas tecnologias diferenciadas, que vai crescer à medida que novos veículos movidos a diesel entrem no mercado, aumentando a procura do ARLA 32.