Computação nas Nuvens – Saiba como funciona o Cloud Computing

O termo cloud computing surgiu pelo fato de que a computação mudou boa parte de seu foco. Hoje em dia, por exemplo, as pessoas não estão mais tão preocupadas em comprar um super computador (no quesito super potente – velocidade, memória, processamento) como era o sonho da maioria tempos atrás. O caso é que as necessidades mudaram e, assim, as pessoas se adaptaram às mesmas. Todos dão preferência à praticidade, o que explica a enorme ascensão aos aparelhos que apresentam maior mobilidade e portabilidade.

Cloud COmputingClaro que não é o fim dos computadores, existem muitas pessoas que necessitam de maior potência para destinos diferenciados, mas como praticamente tudo é baseado na internet, os usuários comuns podem se contentar com máquinas que tenham um melhor custo e beneficio para o seu consumo.

Então a computação em nuvem ocorre a partir da utilização da memória, da capacidade de armazenamento e do cálculo entre computadores e servidores que estão compartilhados através da internet. Assim, todos os dados armazenados podem ser acessados de qualquer lugar do mundo, sendo possível ter espaço para arquivos pessoais (fotos, textos, vídeos e músicas) e sem necessidade de instalar programas, já que, os softwares estarão disponíveis em modo online.

Existem riscos para as empresas que desenvolvem os sistemas operacionais (Microsoft, por exemplo), estes fabricantes precisarão se adaptar e tentar contribuir com a “nuvem tecnológica” – migrando para internet e criando máquinas online – para não perderem público e não terem problemas futuros.

Os preços dos computadores cairão, assim, como também o custo da internet.

Outras vantagens da computação em nuvem:

– Menor consumo de energia, refrigeração e espaço físico;

– Trabalhos corporativos serão mais práticos e fáceis, já que, todas as informações estarão no mesmo lugar;

– Não existirá gasto com aplicativos ou softwares – tudo estará disponível online;

– Não existirão preocupações com o sistema operacional;

Uma empresa que já está bem à frente das pesquisas sobre este assunto é o Google. Ele consegue integrar muita coisa dentro do seu sistema, exemplos:

– Depósito de vídeos: YouTube;

– Gerenciador de documentos: Google Docs;

– Agenda de compromissos: Google Canendar;

– Serviço de e-mail: Gmail;

– Serviço mensageiro: Google Talk;

– Serviço de localização: Google Maps;

– Site para reunir todas as preferências: iGoogle.