Como tirar visto americano com as mudanças do governo Trump?

Conhecido e popular por tomar medidas mais rigorosas quanto à entrada de estrangeiros no país, o atual presidente Donald Trump colocou em prática suas promessas e criou novas regras para obtenção do visto EUA.

No dia 27 de janeiro de 2017, o atual presidente dos EUA emitiu um decreto imediato comunicando as mudanças na Legislação de Imigração e Nacionalidade e na emissão de vistos EUA.

A justificativa é proteger os cidadãos americanos de possíveis ataques terroristas que poderiam acontecer no território. De acordo com ele, a impossibilidade de um estudo sobre solicitantes de vistos EUA foi crucial nos ataques terroristas de 11 de setembro.

Depois do episódio, algumas mudanças foram feitas, mas ainda não foram o suficiente para prevenir ataques terroristas no país provocados por pessoas de outras nacionalidades.

Novas Medidas

Uma das medidas tomadas pelo presidente foi suspender a emissão de vistos EUA para cidadãos de países considerados mais preocupantes. Também estão entre essas novas medidas:

  • Implementar programas de investigação para identificar pessoas que possam entrar nos EUA se utilizando de fraudes, com má intensões ou que aparentam querer causar danos ao país.
  • Normas mais rígidas para receber refugiados nos Estados Unidos já no ano de 2017, quando foram suspensos por 120 dias a entrada de refugiados.
  • Mais segurança nas entrevistas para obtenção do visto EUA, exigindo que alguns solicitantes que possuíam isenção agora passem a comparecer à entrevista pessoal.

Da Entrevista

O presidente lançou um novo questionário a ser respondido por interessados em obter o visto EUA de todos os lugares do mundo. Essas perguntas são um esforço para filtrar ainda mais a entrada de estrangeiros.

Apesar de terem sido aprovadas, as novas perguntas foram motivo de debate nos meios acadêmicos e alvo de críticas por pessoas das áreas de educação. Os argumentos são que elas causariam incômodo desnecessário e atraso no processo de emissão dos vistos EUA.

Entre os novos procedimentos, as autoridades podem solicitar informações de passaportes prévios, redes sociais de até cinco anos atrás, endereços de e-mail, serviços de telefonia e quinze anos de informações pessoais.

Essas solicitações eram feitas somente para solicitantes vindos de países considerados grupo de risco, mas agora são exigidos de todos os interessados em obter o visto EUA.

Essas informações adicionais podem ser requisitadas caso a autoridade responsável julgue necessárias para a confirmação da identidade do solicitante ou para realizar uma verificação mais segura.

Algumas categorias ainda possuem o benefício de não comparecerem à entrevista pessoal, sendo elas:

  • Solicitantes de vistos diplomáticos ou funcionários de outros governos e também organizações internacionais (vistos EUA categorias: A-1 e A-2, C-2 e C-3, G-1 a -4 e OTAN-1 a -6).
  • Pessoas com idade inferior a 14 anos e igual ou superior a 80 anos.

Outras isenções suspensas são por solicitantes que queiram renovar o visto EUA. Anteriormente, vistos renovados até 48 meses após o vencimento não exigiam presença. A isenção é apenas para renovar vistos com até 12 meses de vencimento.

O Departamento de Estado Norte Americano prevê que essas mudanças afetarão cerca de 15 milhões de pessoas interessadas em visitar os EUA. Estima-se que 710 mil solicitantes de visto EUA para imigração e 14 milhões de solicitantes para vistos de turismos serão afetados pelas novas medidas.

O que Fazer para que seu Visto EUA não seja Negado

Com as novas medidas para emissão do visto EUA é normal ficar apreensivo na hora de demonstrar interesse. Separamos algumas dicas para que o solicitante passe na entrevista e garanta sua viagem.

  • Preencha o formulário com informações verdadeiras, responda todas as perguntas e lembre-se das suas respostas na hora da entrevista. Tenha segurança no que diz.
  • Organize toda a papelada e documentação que deve apresentar na Embaixada ou Consulado. Tenha em mãos originais e cópias e procure separá-los na ordem da lista, para que você não se perca.
  • O local onde é feito a entrevista é um pedaço dos EUA em solo brasileiro. A segurança será elevada por isso. Não tenha medo, fique tranquilo e faça tudo que os funcionários pedirem.
  • Leva somente o necessário, você pode ser barrado de entrar por portar algumas coisas cuja a entrada não são permitidas. Não leve equipamentos eletrônicos ou embalagens estranhas.
  • Por fim, se comunique de maneira clara e segura. Responda somente o que foi perguntado e fale pausadamente. Seja confiante.

Mesmo com as mudanças que podem vir a dificultar a emissão do visto EUA, é possível consegui-lo. Tenha paciência e siga todos os passos informados no site da Embaixada dos Estados Unidos, assim seu caminho será mais simples.