Como são produzidos os carpetes de madeira?

Os projetos de design de residências têm, cada vez mais, optado pela inserção de carpetes de madeira em suas estruturas, dado que o material, além de fácil instalação e manutenção, adiciona elegância e possui durabilidade significativa em relação a outros pisos, o que adiciona mais vantagens para sua aplicação.

Uma das dúvidas mais frequentes a respeito dos mesmos envolve os processos de produção, que podem ser realizados de diversas formas e com madeiras diferentes, variando em seus preços finais para o consumidor.

Como são produzidos os carpetes de madeira?

Nesse artigo, você irá entender melhor como o carpete madeira é produzido, as variáveis que influenciam em sua aplicação, os tipos de madeira que podem ser utilizados e alguns métodos de manutenção.

Conheça os métodos de produção dos carpetes de madeira

Geralmente, os carpetes de madeira são produzidos em compensados que podem ser dos seguintes tipos de madeira, todos notáveis por sua beleza e resistência, características determinantes para a escolha do material:

  • Jacarandá
  • Tauari
  • Cerejeira imperial
  • Jatobá
  • Ipê

Os carpetes produzidos com as madeiras acima especificadas são encontrados para a venda no mercado em espessuras que variam entre 2,5mm, 4mm e 7mm.

1 – A preparação da madeira

Para que o carpete seja produzido, é preciso que todas as madeiras passem por um processo de preparação que envolve tratamento do material. Primeiramente, a tora bruta passa por um processo de retirada da casca, comumente conhecido como desbastada, e a mesma é cozida após ser reduzida a blocos de tamanhos específicos.

O próximo passo envolve a laminação das toras em peças de 1,5mm a 2mm – as mesmas são encaminhadas a um processo de secagem que ocorre dentro de estufas. O tratamento prossegue com a utilização de produtos que têm ação inseticida para prevenir a ocorrência de fungos e cupins, adicionando o caráter da durabilidade também contra agentes externos.

2 – O processo de prensagem

Após o tratamento de cada uma das lâminas, é que se dá início ao processo de produção da colagem de camadas para obter o resultado do carpete de madeira final pela prensagem. É importante notar que, entre a lâmina de capa e de base, são inseridas várias camadas de madeiras com caráter menos nobre para minimizar os custos de produção.

3 – A manufatura das réguas

Após passar pelo processo de prensagem, a madeira tratada irá ser cortada e posteriormente lixada para nivelamento. A impermeabilização é feita por meio da aplicação de duas camadas de um material que atua como selante, sendo ativado pela permanência em tempo determinado em um forno ultravioleta.

4 – O acabamento

Para o processo de finalização, após a secagem do selante, as tábuas que serão parte do carpete de madeira passam pela aplicação de um acabamento de verniz (geralmente um material importado) que tem a sua etapa final na secagem em fornos.

Como é feita a instalação dos carpetes de madeira?

O processo de instalação do carpete de madeira irá depender exclusivamente da espessura das chapas escolhidas, que podem ser coladas quando são de espessura entre 2,5mm e 4mm, ou encaixadas por meio do sistema macho/fêmea quando têm a espessura de 7mm.

É preciso que o carpete seja aplicado sobre cimento extremamente bem nivelado, de modo que as empresas possam garantir a sua excelência e integridade ao longo do uso, exceto quando utilizando o de espessura de 7mm flutuante, que pode manter sua integridade quando aplicado acima de piso de tacos.

O piso também precisa ter uma camada de poliuretano aplicada previamente à instalação do carpete de madeira para garantir a proteção contra a umidade – garantindo sempre que seja nivelado para garantir a otimização da aplicação. O tempo para que a secagem do cimento de nivelação ocorra envolve três dias completos.

Como realizar a manutenção dos carpetes de madeira?

A madeira é um material extremamente resistente, mas a sua aplicação em carpete faz com que sejam necessários alguns cuidados para obter o melhor uso e durabilidade do mesmo. Portanto, dependendo da cobertura do piso, é preciso estar atento a determinados fatores.

Para os carpetes de madeira finalizados em verniz (tanto o acetinado como o fosco), basta apenas realizar a limpeza com um pano úmido com álcool – isso irá garantir o brilho e a durabilidade. Contudo, outras dicas podem ser bastante úteis:

  • Proteja os pés de todos os móveis para evitar que, ao serem movidos, eles risquem a superfície do carpete de madeira;
  • Realize a limpeza imediatamente após o contato com algum líquido para evitar manchas;
  • Evite a exposição do piso a locais onde a luz solar seja frequente;
  • Evite usar sapatos de saltos finos, pois eles também podem riscar o carpete;
  • Não armazene cofres e móveis de peso excessivo sobre o carpete de madeira;
  • Não utilize produtos de limpeza de caráter ácido ou solvente.

De forma geral, os carpetes de madeira possuem uma manutenção muito simples e podem se manter bonitos e brilhosos por muitos anos, portanto, seja cauteloso.