Como Reverter o Diabetes Tipo 2

Há muitos que falam que a diabetes não tem cura, mas lhe garanto que há e sem delongas iremos direto ao assunto! Mas, antes, esse artigo não é nenhuma receita médica ou semelhantes; busque sempre um auxílio médico! Os textos apresentados são apenas breves descrições.

Reverter o diabetes tipo 2

Reverter o diabetes tipo 2

Primeiro vamos conhecer o básico: o que é o diabetes.

Diabetes é quando o corpo não é capaz de controlar os níveis de açúcares (glicose) no sangue através da produção da insulina.

O diabetes tipo 2, a mais comum, causa problemas como fome constante, infecções, dificuldade de cicatrização das feridas, alteração visual… e estes quadros podem evoluir para até que ocorra a amputação de membros e a cegueira.

Mas eu aprendi que o açúcar é importante para termos energia.

Sim, o açúcar seria importante para ti se fosse usado com moderação, o que hoje é quase impossível, pois quase tudo que vem empacotado, enlatado ou engarrafado possui açúcar, assim como aquele que você colocar no café (adoçante também conta),  o pão francês, um bolo, biscoitos, doces e mais doces que, além de açúcar neles, eles são carboidratos, que ao ser digerido vira mais açúcar …

Agora se formos colocar na balança o tanto de energia que o corpo produz e o tanto que é consumido de “combustível”, o que me dizes? Temos muito estoque?

Então qual seria a solução?

Pare de comer açúcar

Pare de comer açúcar

Parar de comer açúcar! (um pouco óbvio, não?)

Há uma dieta chamada “cetogênica”, e, como você leu acima, nós comemos tanto açúcar que nosso corpo não necessita e que fica armazenado aos montes e sendo reabastecido a cada dia… para quem tem diabetes isto é um grande risco e para quem não tem vale o mesmo.

Na dieta cetogênica ela ira fazer exatamente isso:

  1. carregar teu corpo com um novo combustível;
  2. acabar com os estoques de açúcar;

E o que será esse novo substituto? Gordura!

GORDURA? Veja o vídeo:

Então, novamente vamos conhecer o básico:  o que é uma dieta cetogênica?

A dieta cetogênica visa a eliminação de carboidratos (que se transformam em açúcar após a digestão) e quando isto ocorre o corpo entra em um processo chamado de cetose, na qual retira as gorduras ingeridas e a do próprio corpo como fonte de energia.

Mas calma lá! Também não vá comendo qualquer óleo que vês, procure os mais saudáveis, novamente, fale com um nutricionista ou nutrólogo!

A lógica?

Como vedes acima a lógica é obvia, como teu corpo não usará e nem será abastecido por açúcares a insulina praticamente não será necessária, e por conseguinte a tua resistência insulínica ficará diminuindo.

E quanto ao colesterol alto?

Provavelmente esta duvida é devido a você comer gordura, não?

Bem, e se eu disser para você que o colesterol não é uma gordura?

O QUÊÊÊÊÊ??????

Sim, o colesterol não é uma gordura, mas sim um álcool! Converse com um bioquímico!

E também, segundo estudo, a dieta cetogênica fez com que os pacientes tivessem uma diminuição dos níveis de colesterol ao invés do aumento deste.

Colesterol não é uma gordura!

Mas e quanto aos que estão acima do peso?

Como foi dito acima, a dieta cetogênica tende a usar a gordura do próprio corpo para a produção de energia, então, por consequência ocorrerá a perda de peso!

Os benefícios da dieta cetogênica em pacientes obesos e diabéticos

Mas é gordura, e quanto aos problemas de saúde?

Os problemas de saúde virá dependendo de quais gorduras você está ingerindo. Obviamente você poderá ter tais problemas se você estiver comendo gorduras vegetais hidrogenadas, trans…

Agora, caso comas gorduras boas, como o óleo de coco, azeite de oliva, ambos extra virgem, ômegas, 3,6 e 9 , banha de porco (sim, banha de porco) e demais você não terá problema algum.

Sem contar que caso você previna seu corpo de gorduras (as boas), devido ao bombardeio de informação de que a gordura é a pior coisa que você pode colocar no teu corpo, saibas que você ficará pior sem comer gorduras do que comendo-as.

Pois, a nossa membrana plasmática é formada por gordura e o nosso cérebro é 80% gordura, bem, acho que com este já vale por tudo mais…

Outras fontes:

The effect of a low-carbohydrate, ketogenic diet versus a low-glycemic index diet on glycemic control in type 2 diabetes mellitus

Systematic review and meta-analysis of different dietary approaches to the management of type 2 diabetes