Como Montar um Escritório de Advocacia

Montar um Escritório de Advocacia

Montar um escritório de advocacia

Muitos estudantes que frequentam as faculdades de direito que estão espalhadas pelo País e querem seguir a carreira de advogados pensam em abrir o seu próprio escritório. Não existem tantas vagas dentro das empresas para o grande número de profissionais que ingressam no mercado todos os anos e por isso abrir o seu próprio negócio acaba sendo a opção mais viável.

Mas como fazer para montar um escritório de advocacia? Confira algumas dicas

Tirando a carteirinha

O primeiro passo para que a pessoa abra o seu escritório de advocacia é conseguir a autorização para advogar. Por isso, é necessário passar no exame da OAB. E como ele está cada vez mais disputado, já que é necessário testar se efetivamente os profissionais que estão se formando saem preparados das universidades, é importante concentração neste objetivo.

Escolha da sociedade

É muito comum que um escritório de advocacia seja criado por dois ou mais sócios. E para isso é fundamental escolher uma pessoa que compartilhe dos mesmos objetivos profissionais que os seus. Além disso, é importante também que as pessoas escolham outras pessoas que realmente demonstrem afeição e companheirismo.

Neste momento também é importante que seja definido qual será o ramo de atividade que o escritório vai atender. Isso sempre vai depender de quais são os ramos da atividade jurídica que os sócios pretendem atuar.

Burocracia

Para enfrentar toda a burocracia a abertura de um escritório, que funciona como um escritório qualquer, é importante contratar um bom contador, de preferência que ele seja de confiança.

Localização

É importante também que os profissionais do ramo do direito escolha uma boa localização para abrir o seu escritório. É importante escolher um local onde exista demanda, já que como todo negócio será necessário atrair novos clientes.

Regras específicas

É importante também que os profissionais que pretendem montar um escritório fiquem atentos as regras específicas que são impostas pela OAB para atuação destes profissionais. Ao contrário da grande maioria das empresas, os escritórios devem obedecer alguns regulamentos relacionados a propaganda e outros itens. Por isso, peça sempre orientações para a OAB caso tenha alguma dúvida neste ponto.