Como funciona o seguro ambiental?

É nítido o crescimento das preocupações com o meio ambiente em sociedade. Dados cada vez mais alarmantes sobre os impactos da atividade humana sobre a natureza e sobre suas catastróficas consequências são divulgados anualmente. Muitos países; incluindo o Brasil, que possui recursos naturais inigualáveis; têm aplicado leis ambientais cada vez mais específicas e rigorosas, com vistas à proteção desses recursos no presente e no futuro.

No âmbito corporativo, as empresas precisam implementar a gestão de riscos ambientais com base nas características de seus negócios, com o objetivo de proteger a natureza e evitar as penalidades previstas em lei. Muitas são as empresas nacionais autuadas por infrações ambientais, geralmente por falta de informação e de proteção contra danos ao meio ambiente.

Qualquer empresa está exposta às penalidades por danos ambientais, tanto por suas próprias ações operacionais quanto por ações anteriormente realizadas nas dependências. Assim, o seguro ambiental, embora pouco conhecido no país, pode ser uma saída diante desses riscos.

Como funciona o seguro ambiental?

Como funciona?

A apólice de seguro ambiental pode ser contratada por qualquer pessoa jurídica. Ele é recomendado principalmente para as corporações que utilizam matérias-primas cuja extração possa causar impactos ambientais, que gerem resíduos que possam degradar o meio ambiente, que trabalham com substâncias poluidoras ou que passaram por situações de solo contaminado. Para solicitar esse tipo de seguro, a empresa deve estar com as licenças ambientais e com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) em dia.

Quais são os benefícios desse tipo de seguro?

A apólice garante a indenização dos prejuízos gerados por poluição ou contaminação do meio ambiente causados pelas empresas e também a terceiros. A indenização é utilizada para remediar e reparar esses danos. Antes de adquirir o seguro, a empresa é vistoriada para avaliação dos riscos ambientais aos quais está exposta, de acordo com a natureza de suas atividades. É feita uma análise de custos e danos potenciais

Quais são as principais coberturas?

Estão cobertos os seguintes itens: remediação, limpeza, danos pessoais e materiais, descarte de resíduos, transporte e lucros cessantes. Os seguintes riscos estão excluídos: danos provocados por amianto, multas, situações pré-existentes, existência de substâncias naturalmente poluentes, danos ocasionados por mudanças climáticas e atos dolosos.

Como o preço do seguro é estabelecido?

Para a determinação do preço desse tipo de seguro, são levados em consideração fatores como o potencial de danos das atividades da empresa, medidas de segurança e prevenção e políticas ambientais da corporação. É sempre importante ressaltar que a consulta à corretora de seguros é o melhor meio de garantir uma relação custo-benefício satisfatória.