Como está a qualidade da sua água?

Muitas são as formas de descrever aquela que é a verdadeira coisa mais importante na sua vida. A água é a base para formação de tudo e de todos, e não precisamos nem ficar exemplificando toda sua importância em nossas vidas. Na escola aprendemos (por meio de matérias e passeios) sobre todos os caminhos que a água faz até chegar em nossas casas, mas realmente não é um hábito muito constante da população em se preocupar muito com o que acontece ou deixa de acontece antes que ela chegue a nossa torneira, ou simplesmente todo o processo que ocorre quando ela desce pelos ralos.

Cuidados para sua preservação

Há muitos métodos que são mostrados para que o consumo de água possa ser realizado com um cuidado moderado, sem que haja um desperdício exagerado e que isso não gere problemas para todos nós. As grandes responsáveis pelas distribuições de água das nossas cidades, até fizeram algumas campanhas e promoções para que o nível de uso da água pudesse ser reduzido e isso realmente vem se mostrando um dos bons meios tanto para o bolso, como também para todos. Parar e pensar que este líquido é uma coisa que um dia acaba, não é o tipo de argumento que faz qualquer um deixar de continuar a ser vaidoso ou coisa do tipo, mas mesmo assim é preciso criar algumas maneiras de conscientizar a sociedade de que o prejuízo do desperdício é muito maior na nossa própria vida. Com a escassez devido ao grande volume em que temos consumido nos últimos anos, a qualidade da nossa água só tem piorado com o tempo, não por causa da tecnologia usada para tratá-la, mas porque realmente é muito difícil não permitir que algumas impurezas acabem chegando até a sua casa.

Precaução com a qualidade da água dos filtros.Até mesmo quando tratamos de bebê-la de fontes especiais ou gastar um pouco mais em comprar garrafas com um tratamento mais especial, a qualidade pode ser um pouco comprometida. Este tipo de ideia é muito boa, ainda mais se estes processos forem acompanhados de elementos filtrantes eficazes, mas se prevenir um pouco mais pode te ajudar a não ter qualquer tipos de problema. O grande ponto a ser tocado é que é preciso ter consciência de seu uso, sem que haja qualquer consumo acima do necessário e também estabelecer algumas práticas diárias que utilizem aquela água que já não está mais limpa. As dicas de costumes como lavar quintais e carros com água da máquina servem, mas precisamos pensar também em não atribuir muitas funções do tipo muitas garrafas de água guardadas na geladeira, que as vezes acabam sendo esquecidas, ou se preocupar em lavar jardins mais de uma vez por semana, mesmo que chova.

Curiosidades e exemplos

No Japão, eles não disponibilizam da quantidade do volume de rios e nascentes que nós temos aqui, e por isso, a criatividade precisa ser explorada para que o seu consumo possa ser preservado da melhor maneira possível. Uma grande diferença no sistema de tratamento japonês se comparado ao nosso, onde a água reutilizada e tratada tem uma importância fundamental no funcionamento do nosso dia. A água que vem da rua (não vamos fazer confusão com o reservatório da caixa de água) não é 100% potável e é essa que assume o papel de limpar as nossas privadas, quintais, e jardins. Isto não quer dizer que ela está suja, mas faz com que a água totalmente potável seja priorizada para funções mais essenciais do nosso dia a dia.

Vaso sanitário japonês.Com o sofrimento pela escassez de chuva nesta temporada, sem falar do uso do volume morto de nossas represas, tem gente até colocando dia para que esse bem natural se esgote nos próximos tempos. Aproveitar a chuva para realizar tarefas secundárias podem fazer com que as coisas possam melhorar para os próximos meses e evitar até mesmo que seja um único papel de bala em esgotos e nas ruas para prevenir enchentes e mais sujeira na cidade, são exemplos a serem seguidos.