Como Controlar Hemorragias com Pressão Indireta

Sempre que ocorre um acidente de trânsito, a maioria das pessoas corre em direção ao mesmo por curiosidade, mas poucos se lembram que a principal atitude a ser tomada é a se buscar socorro especializado. por isso é sempre importante ter o telefone dos serviços de atendimento a acidentados ou, no mínimo, devemos nos lembrar de ligar para o 190 e pedir o auxílio deles. Os serviços de emergência são interligados e o socorro correto virá. Mas se o acidente ocorre, por exemplo, num passeio de moto ou numa trilha cheia de aventuras como as que se pode viver nos jogos de motocross? Nesse caso, é melhor se ter uma mínima noção sobre como se comportar, por exemplo, no caso de uma hemorragia ou fratura. Uma das formas de atender bem um acidentado é sabendo controlar hemorragias com pressão indireta.

Como Controlar Hemorragias

Como Controlar Hemorragias

Como controlar hemorragias com pressão indireta

Normalmente, a pressão direta sobre o ferimento é suficiente para estancar a hemorragia. Mas, se isso não resolver, utilize a pressão indireta sobre os pontos onde uma artéria principal passa perto do osso. Isso irá interromper a circulação do sangue para o membro afetado. Mas, a pressão indireta não deve durar mais do que 10 minutos.

Ponto de pressão braquial

O ponto de pressão encontra-se no interior da parte superior do braço. Localize-o conforme a figura ao lado e aplique pressão firme com os polegares para comprimir a ateria braquial contra o osso.

Ponto de pressão femoral

O ponto de pressão da artéria femoral é localizado sobre o osso pélvico, bem na dobra da virilha. Deite a vítima e dobre seu joelho para encontrá-lo, pressionando a artéria femoral com os polegares.

Há de se ter muito cuidado quando não se tem o socorro especializado, com as infecções. Há várias maneiras de evitá-las.

Como evitar a infecção

– O combate à infecção começa no atendimento de primeiros socorros. Lave as mãos com água e sabão antes de tocar num ferimento ou use luvas descartáveis. Se não tiver  luvas à mão, improvise com sacos plásticos.

– Lave bem o ferimento com água e sabão antes de aplicar um curativo ou bandagem. Se não for possível lavar em água corrente, passe um algodão molhado com água limpa, trocando por
outro limpo até fazer a limpeza total.

– Líquidos anti-sépticos, álcool, água oxigenada ou outros produtos, não devem ser usados para
limpar os ferimentos. A água oxigenada não limpa e pode irritar a pele, além de retardar a cicatrização. Produtos com iodo e mercúrio matam alguns microrganismos, mas podem causar queimaduras e são totalmente dispensáveis.

– Febre, inchaço, secreções e estrias vermelhas no local do ferimento são sinais de infecção. Aconselhe a vítima a procurar atendimento médico e a evitar a automedicação com antibióticos.

Um bom atendimento, principalmente no caso de acidentes com motos, é imprescindível para que a vítima sobreviva. Todo mundo, portanto, deveria ter em mente algumas informações básicas como as que podem ser lidas neste artigo.