Cobrança Judicial e Extrajudicial – Aprenda como Funciona

Hoje em dia muitos brasileiros sofrem com a negativação de crédito. Algumas pessoas fazem contas maiores do que podem pagar e acabam ficando com o “nome sujo”.

Hoje em dia existem empresas especializadas em realizar cobranças e recuperação de crédito. Esta negociação pode ser extrajudicial (amigável) ou judicial. Veja como funciona cada uma delas:

Cobrança Extrajudicial (Amigável)

Na cobrança extrajudicial ou amigável, a empresa entra em contato com o devedor e tenta realizar um acordo. Neste tipo de negociação não há interferência de advogados ou ações judiciais,  o acordo geralmente é feito de uma maneira que fique mais fácil para a pessoa que está devendo pagar. Além disso, na maioria das vezes, há um desconto no valor da dívida, para facilitar a quitação.

Cobrança Judicial

Na cobrança judicial, a empresa credora entra com todas as medidas cabíves dentro da lei para receber a dívida. Neste tipo de cobrança, são acionados advogados para aplicarem as soluções para realizar as cobranças. Obviamente tudo precisa estar dentro da lei, algumas empresas cometem abusos e isto tem que ser denunciado.

Caso você esteja com o nome negativado, procure sempre realizar um acordo, no caso, prefira a cobrança extrajudicial.

  • Comentário sobre condomínio, não pago o condomínio por que moro em outra cidade e, o sindico não manda o boleto. Alem de super faturar as contas, como pintura, contas de água, luz, segurança, não faz manutenção interna do prédio etc. Me mandou uma cobrança extrajudicial sendo que a culpa é dele pois não me mandou as faturas por email ou correio. Como posso denunciá-lo?

    • Elvis Rodrigues Carvalho

      Olhe você já erra por não ir atrás de seus boletos, ele não é obrigado e lhe enviar por correio ou por e-mail, mas ele sim deve deixar no seu apartamento ou casa dentro do condomínio. Não sou sindico e estou lhe respondendo a luz da norma jurídica, neste caso por ele estar lhe mandando uma cobrança extra judicial ele esta sendo amigável e de muita boa vontade. E no caso destas acusações a senhora deverá produzir provas concretas dobre estes feitos do sindico, pois caso contrário a senhora também responderá na esfera cível e criminal por estas acusações.

  • Eduarda

    e no caso da cobrança judicial? o que faz o devedor sem condições de pagar a dívida?