Nosso sistema esquelético é formado por todos os ossos do nosso corpo, que não apenas servem de proteção e sustentação, mas também produzem de glóbulos vermelhos e brancos a minerais necessários para nutrir e proteger todo nosso organismo.Câncer nos Ossos Nossos ossos são conectados através de cartilagens para que possamos facilmente dobrar e fazer movimentos. Nossos ossos, assim como todos os órgãos do nosso corpo, não são imunes a doenças. A doença fatal, o câncer ósseo, pode afetar até mesmo a pessoa mais saudável do planeta sem que ele saiba.

Quais são as chances de cura para um portador de câncer nos ossos?

A taxa de sobrevivência ao câncer dos ossos, em sua fase final, é de apenas 8 por cento. A taxa de sobrevivência ao câncer nos ossos quando diagnosticado em sua primeira fase está por volta de 84,5 por cento. Comparável a outros estágios do câncer, a porcentagem de pessoas que sobrevivem a este tipo de câncer é ligeiramente inferior ao do primeiro estágio do câncer de mama, mas superior a um câncer de fígado. Geralmente, o câncer de osso é mais frequentemente detectado em crianças e adolescentes do que em adultos ou pessoas em fases posteriores da vida.

Normalmente, quando é detectado o câncer de osso entre os adultos estes são devidos à passagem de células de câncer maligno que se expandiram a partir de outra parte do corpo e têm afetado os ossos também. Outro tipo de câncer que pode começar a partir dos ossos é o mieloma múltiplo. Isso ocorre quando as células malignas do câncer começam a partir das células da medula óssea no interior dos ossos.

Como diagnosticar o câncer nos ossos

Existem várias maneiras de especialistas para saber se você tem este tipo maligno de câncer. É preciso passar por uma série de testes para determinar se uma pessoa tem esse tipo de doença ou não. Os testes mais comuns no início são raios X, ressonância magnética e CTSCANS, que fornecem um parecer detalhado sobre o estado de saúde do paciente. Se um tumor ósseo é identificado pelos médicos, então eles vão fornecer uma análise detalhada para possíveis soluções e tratamentos para o paciente. Uma vez que o tumor é retirado do corpo, um exame de biópsia determina se ele é canceroso ou não. Tudo que é feito nesta fase é definido para controlar a evolução do câncer. Quanto mais cedo ele for diagnosticado, maiores são as chances do paciente ser curado.

Share Button