Bob Marley – O Homem e o Mito

Bob Marley

Bob Marley

As difundidas e belas frases de Bob Marley, queiram ou não, refletem o homem por trás do astro pop. Marley amava mulheres, maconha, futebol e o movimento Rastafári, mas seu amor mesmo era a música e como essa arte era capaz de transformar o mundo.

Suas frases, embora muitas atribuídas à sua autoria sem comprovação, exercem uma inegável influência na cultura mundial. Trinta anos após sua morte o cantor ainda vende muito disco e qualquer outro produto ao qual sua imagem esteja atrelada. Recentemente um documentário correu os festivais de cinema no mundo todo, lotando todas as salas de exibição. Realizado com o apoio da família do músico, o filme “Marley” apresenta material de arquivo pessoal do astro, desde a sua infância numa aldeia pobre até a sua ascensão internacional.

O filme é uma verdadeira viagem no universo do reggae. Imagens de shows e depoimentos de familiares, amantes, amigos e músicos enriquecem o documentário dirigido por um escocês, Kevin Macdonald, mesmo diretor de “O Último Rei da Escócia”. MacDonald tem desfrutado de uma carreira notável como documentarista, “Marley” é seu terceiro documentário. Perguntado sobre a biografia de Bob, MacDonald falou sobre a concepção errada que se tem do rei do reggae. Segundo o dretor, “ele não era apenas um cara caribenho preguiçoso e maconheiro que não queria fazer muita coisa”. No elenco do longa estão: Bob Marley, Ziggy Marley, Cedella Marley, Rita Marley, Neville, Bunny Wailer e Chris Blackwell.

Nos Estados Unidos, o documentário estreou no dia 20 de abril de 2012, nos cinemas e no Facebook, simultaneamente. O longa foi o primeiro filme a ser transmitido na rede social ao mesmo tempo que nos cinemas. O usuário do Facebook pagou cerca de 7 dólares pelo filme on line, e parte da renda arrecadada foi destinada para uma ONG na Jamaica. A fan page do filme alcançou cerca de 220 mil curtidores.