Boa Sorte, Empreendedor

Não se iluda. Fazer uma empresa sobreviver e ainda mais, prosperar, não é coisa fácil nem tão pouco é para qualquer um. A boa notícia é que as atitudes que fazem um bom empreendedor podem ser aprendidas. Empreendedor, segundo o dicionário Aurélio, significa “…ativo, arrojado…”.

Se você deseja ser dono de seu próprio negócio, há várias oportunidades nas áreas de terceirização de atividades e consultoria especializada. Os principais negócios terceirizados pelas empresas são de áreas como alimentação, limpeza e segurança.

As oportunidades são mais amplas em relação às consultorias, podendo se atuar nas áreas de tecnologia, contabilidade, serviços de recursos humanos como recrutamento e seleção, projetos de marketing e de publicidade, assessoria jurídica, além de outros. Você deve aproveitar seus conhecimentos (knowhow) para entrar nesse mercado, uma vez que a tendência de empregabilidade está cada vez mais distante dos empregos tradicionais, com “carteira assinada”.

Entretanto, apesar da atratividade nas áreas de terceirização, necessita-se muito cuidado com a concorrência excessiva; uma possível dependência de poucos clientes (ao perder um, sua empresa ficará muito vulnerável); ou mesmo o risco de definir seus preços abaixo do custo.

Para os que desejam investir em negócios consolidados, reduzindo o risco, cada vez mais há novas oportunidades em franquias, algumas com valores bem accessíveis. Porém, isso não elimina o risco inerente a qualquer negócio.

Seja qual for sua escolha, saiba que o mercado está cada vez mais exigente e caso você tente ganhar clientes através da prática de preço baixo, tenha em mente que isso só resolve durante um curto espaço de tempo, além de ser um dos principais motivos de quebra de empresas.

Contudo, não basta ter vontade de abrir um negócio, sem antes prestar atenção ao seu próprio perfil de empreendedor.
Estas são algumas das características da personalidade de um empreendedor:

– Não tem medo de riscos, ao contrário, os prefere, pois estão neles o desafio e a possibilidade de maiores ganhos.
– Conhece bem o ramo de atividade do seu negócio, gosta do que faz e não tem medo do fracasso.
– Não deixa escapar as oportunidades.
– É organizado e toma decisões a partir de informações confiáveis.
– É ambicioso, sabendo lutar por suas idéias e tem jogo de cintura a fim de sair-se bem em situações difíceis.
– Sabe lidar com as pessoas e delega responsabilidades sempre que possível.

É claro que se você não nasceu com estas características, isso não quer dizer que não poderá tornar-se um empreendedor de sucesso. Elas podem ser perfeitamente aprendidas. Para isso, entretanto, você deverá alterar sua forma de pensar.

Faça um curso para empreendedores, tenha sempre interesse em aprender coisas novas e, principalmente, mantenha-se sempre atualizado com informações a respeito de seu negócio,
do mercado em que atua, econômicas e políticas, a fim de não ser pego desprevenido pelas rápidas mudanças que ocorrem nos dias de hoje.