BM&F BOVESPA – Introdução ao Mercado Financeiro (Aula 1)

Formada em 2008, a BM&Bovespa  é a principal companhia de capital brasileiro de intermediação para operações do mercado e a única bolsa de valores, mercadorias e futuros em operação no Brasil. Possibilita a negociação de títulos, derivativos, ações, moedas à vista e commodities agropecuárias. Para saber mais  sugiro que entre no site da Bovespa. Mas a Bolsa de Valores foi formada em 2008? Não. A fusão da Bolsa de Valores com a BM&F (mercadorias e futuro), localizada em São Paulo.

Introdução ao Mercado Financeiro

Introdução ao Mercado Financeiro

Em 1890 foi fundada a Bolsa Livre, um precursor da Bolsa de Valores de São Paulo. Por decorrências políticas, suas atividades encerraram um ano depois. Quatro anos mais tarde, foi fundada a Bolsa de Fundos Públicos de São Paulo, dando prosseguimento à atividades de capitais no mercado brasileiro. No final da década de 60, a entidade passou a ser denominada de Bolsa de Valores de São Paulo. Vale ressaltar que não era a única bolsa de valores no Brasil. Outras 26 bolsas atuavam no país. Em 2000 houve uma fusão das principais bolsas de valores concentrando suas negociações na Bovespa. Atualmente 219 empresas estão listadas na BM&Bovespa. Leia mais no site da Bovespa ou Wikipédia.

Informe-se! Não adianta, pois sempre vou bater nessa mesma tecla, corra atrás e aprenda! Sempre há mais a aprender. Quem acredita saber tudo é por que não sabe quase nada. E, pelo pouco que aprendi, o mercado financeiro oscila com uma velocidade impressionante. Os investidores aparecem e desaparecem na mesma velocidade. E especulações é algo rotineiro no mundo das ações.
Percebo, em conversas com conhecidos ou amigos, que muitas pessoas idealizam o mercado de ações como algo certo para ficar rico. A chance de ter rendimentos maiores, ou bem maiores que os de aplicações conservadoras é muito maior, mas as perdas também. Para isso, é preciso ler muito e entender seu funcionamento. Primeiro, você conhece a história da BM&Bovespa? Sabe por que aconteceu tal fusão em 2008? O que cada uma representa? Se você é daqueles que acha que é perder tempo saber desses ‘detalhes’ então é melhor nem aplicar em ações. Abaixo um breve glossário de alguns termos (as definições foram retiradas do glossário de economia do UOL):
  • Ações – Título representativo de uma fração do capital social de uma companhia. As ações, conforme a natureza dos direitos ou vantagens que confiram a seus titulares, são ordinárias, preferenciais ou de fruição. Todas as ações devem ser emitidas e circular sob a forma nominativa.
  • Commodities – Mercadorias, no sentido de produtos primários, como café, algodão, açúcar, metais não ferrosos, etc., geralmente transacionado em bolsa.
  • Day Trade – Conjugação de operações de compra e de venda realizadas em um mesmo dia, dos mesmos títulos, para um mesmo comitente, através de uma mesma sociedade corretora, cuja liquidação é exclusivamente financeira. Exemplo: Milton comprou 100.000 ações de Petrobrás PN a R$ 270,00 e vendeu as mesmas 100.000 ações por R$ 280,00. Sua posição de ações permaneceu igual, e Milton recebeu o lucro deste day trade.
  • Mercado a vista – Mercado onde a liquidação física (entrega dos títulos pelo vendedor) se processa no 2° dia útil após a realização do negócio em pregão e a liquidação financeira (pagamento dos títulos pelo comprador) se dá no 3° dia útil posterior à negociação, somente mediante a efetiva liquidação física.
  • Mercado a termo – Mercado onde se processam as operações para liquidação diferida, em geral após trinta, sessenta ou noventa dias da data da realização do negócio.
  • Dividendos – Valor distribuído aos acionistas, em dinheiro, na proporção da quantidade de ações possuídas. Normalmente, é resultado dos lucros obtidos por uma empresa, no exercício corrente ou em exercícios passados.
  • Análise gráfica – Projeção do comportamento de preços de ações a partir de cotações passadas para se chegar a uma opinião de compra ou venda destes títulos. A expressão grafista vem do fato de que essas análises são baseadas em gráficos construídos a partir da variação das cotações passadas, procurando-se identificar padrões gráficos que sinalizem o comportamento futuro do papel. Também conhecida por análise técnica.
  • Análise fundamentalista – A análise fundamentalista é o estudo das causas que explicam o comportamento dos preços das ações. A metodologia de análise utiliza como principal fonte de informação o balanço da empresa, de onde extrai informações sobre lucros, receitas, despesas, dividendos, patrimônio líquido, atuação da diretoria etc. É utilizada para a determinação do preço justo da ação, fundamentando-se na expectativa de resultados futuros da empresa e do mercado, avaliando inclusive se o preço da ação está subavaliada ou super avaliada em relação ao seu preço atual de mercado.
  • IBovespa – Principal índice econômico da Bovespa.
  • Debêntures – Títulos que garantem ao comprador uma renda fixa, ao contrário das ações, cuja renda é variável. O portador de uma debênture é um credor da empresa que a emitiu, ao contrário do acionista, que é um de seus proprietários.
  • Opções – Contrato que envolve o estabelecimento de direitos e obrigações sobre determinados títulos, com prazo e condições pré-estabelecidos.

Esse tema será abordado com mais profundidade em outras postagens. Mandem suas dúvidas e/ou sugestões nos comentários. – Visitem meu blog LiderInvest