Autoridades Certificadoras. O que são?

Para introduzirmos o assunto sobre Autoridades Certificadoras (AC’s), é necessário que relembremos o conceito de Certificado Digital.

O certificado digital é um arquivo eletrônico que contém dados de uma pessoa ou instituição, utilizados para comprovar sua identidade. Este arquivo pode estar armazenado em um computador ou em outra mídia, como um token ou smart card.

Exemplos semelhantes a um certificado digital são o CNPJ, RG, CPF e carteira de habilitação de uma pessoa. Cada um deles contém um conjunto de informações que identificam a instituição ou pessoa e a autoridade (para estes exemplos, órgãos públicos) que garante sua validade.

Algumas das principais informações encontradas em um certificado digital são:

– dados que identificam o dono (nome, número de identificação, estado, etc);

– nome da Autoridade Certificadora (AC) que emitiu o certificado;

– o número de série e o período de validade do certificado;

– a assinatura digital da AC.

O objetivo da assinatura digital no certificado é indicar que uma outra entidade (a Autoridade Certificadora) garante a veracidade das informações nele contidas.

Mas o que vem a ser a Autoridade Certificadora (AC)?

Autoridade Certificadora (AC) é a entidade responsável por emitir certificados digitais. Estes certificados podem ser emitidos para diversos tipos de entidades, tais como: pessoa, computador, departamento de uma instituição, instituição, etc.

Os certificados digitais possuem uma forma de assinatura eletrônica da AC que o emitiu. Graças à sua idoneidade, a AC é normalmente reconhecida por todos como confiável, fazendo o papel de “Cartório Eletrônico”.

Que exemplos podem ser citados sobre o uso desses certificados digitais?

Alguns exemplos típicos do uso de certificados digitais são:

– quando você acessa um site com conexão segura, como por exemplo o acesso a sua conta bancária pela Internet, é possível checar se o site apresentado é realmente da instituição que diz ser, através da verificação de seu certificado digital;

– quando você consulta seu banco pela Internet, este tem que se assegurar de sua identidade antes de fornecer informações sobre a conta;

– quando você envia um e-mail importante, seu aplicativo de e-mail pode utilizar seu certificado para assinar “digitalmente” a mensagem, de modo a assegurar ao destinatário que o e-mail é seu e que não foi adulterado entre o envio e o recebimento.

Pois bem, estas foram as informações apresentadas acerca das Autoridades Certificadoras.

No próximo artigo mostraremos como e onde adquirir os Certificados Digitais.