As sete séries mais longevas da história da televisão

Quando se fala em séries de televisão (ou mesmo aquelas que só estão disponíveis pela internet), é natural pensar que uma produção com 8 ou 10 temporadas já é muito bem-sucedida e tem uma vida longa. Contudo, se você analisar a lista abaixo, com as 7 mais longas séries de TV (ignorando as novelas americanas que já duram décadas), perceberá que essa noção de tempo não é muito precisa. Confira:

Arthur

Arthur é na verdade um desenho animado que conta a história de um porco-da-terra (também conhecido como porco-formigueiro) que tem apenas oito anos. Com uma sede de desbravar o mundo e se aventurar, Arthur, acompanhado pela irmã e pelos amigos, acaba sempre se metendo em algum tipo de problema, mas, com inteligência e bom humor, consegue superar as adversidades que surgem. Já são 21 temporadas desde que o desenho entrou no ar, em 1996.

South Park

Bem diferente do desenho anterior, South Park é um desenho nada ortodoxo, que narra o dia a dia de quatro amigos. Repleto de palavrões, críticas e uma boa dose de violência, South Park possui um humor ácido, mais voltado para os públicos adolescente e adulto. A previsão é de 23 temporadas (até 2019), totalizadas desde que o primeiro episódio do desenho foi ao ar, em 1997. No Brasil, South Park é transmitido pelo Comedy Central.

Os Simpsons

A família mais amada de Springfield compõe um dos desenhos mais assistidos em diversos países do mundo. O desenho retrata o dia a dia de Homer, Marge, Bart, Lisa, Maggie e outros habitantes da cidade. Em 2019, Os Simpsons completará 30 temporadas no ar. No Brasil, o desenho vai ao ar pelo canal Fox, e também pode ser acompanhado pelo CS TV.

Last of the Summer Wine

Exibida entre 1973 e 2010, Last of the Summer Wine totaliza 31 temporadas que foram ao ar. A série acompanha três amigos de longa data, já em idade avançada, que nunca perderam a juventude interior. Frequentemente lembram-se de sua juventude e continuam a se meter em problemas no condado onde vivem – Yorkshire, na Inglaterra.

Grange Hill

A série Grange Hill é outro exemplo de como as produções britânicas podem ser bem-sucedidas e perpetuar-se por bastante tempo. A série dramática foi ao ar entre 1978 e 2008, totalizando 601 capítulos. Grange Hill acompanhava o dia a dia de vários alunos de uma escola preparatória fictícia, seguindo suas trajetórias ao longo da adolescência.

Doctor Who

A série Doctor Who foi ao ar entre 1963 e 1989, sendo retomada em 2005, mantendo-se no ar até os dias de hoje. Em 37 temporadas, Doctor Who conta a história de um senhor do tempo alienígena que, por meio de uma máquina do tempo, explora o universo para salvar as vidas de pessoas e civilizações inteiras, combatendo diversos inimigos. É um universo ficcional que deu certo!

Vila Sésamo

As sete séries mais longevas da história da televisão

Por fim, a grande campeã da longevidade é a série infantil Vila Sésamo. Tendo inclusive recebido uma versão brasileira, Vila Sésamo é uma produção estadunidense que já foi apresentada em 120 países. Por meio de personagens-fantoches, o objetivo do programa é ensinar os conceitos mais básicos da vida às crianças, como aritmética, alfabeto, cores, entre outros. No ar desde 1969, a atração atinge a impressionante marca de 48 temporadas.