As Consequências Da Separação Conjugal Na Vida Dos Filhos

Sabemos que para uma pessoa ser feliz ela precisa sentir que alguém a ama de verdade, com todos os seus defeitos e qualidades, e que nada porá fim a esse vinculo afetivo. Esta é uma das fortes razões por que os filhos devem sentir-se amados e admirados pelos pais; até porque a família é a célula básica da sociedade, onde a criança formará a sua identidade e desenvolverá as suas estruturas psíquicas e emocionais. Porém, quando ocorre uma separação conjugal – que é cada vez mais freqüente na sociedade moderna – isso faz com que o casamento não seja mais visto como uma instituição inseparável e duradoura.

Consequências Da Separação Conjugal Na Vida Dos Filhos

Consequências Da Separação Conjugal Na Vida Dos Filhos

Consequências da separação na vida dos filhos

Infelizmente, quando ocorre a separação dos pais, isso sempre gera um impacto muito doloroso e profundo, que deixa às vezes marcas indeléveis nos filhos. De um modo geral as crianças apresentam um comportamento mais agressivo e rebelde, ficam com baixa auto-estima, têm menor rendimento escolar, apresentam mais dificuldades emocionais, e podem até ficar deprimidas, tristes, além de sofrer de insônia e pesadelos. E segundo os especialistas, a longo prazo alguns filhos tendem a se tornar mais ansiosos, apresentando grande dificuldade em manter relacionamentos amigáveis ou amorosos, talvez por receio de serem de alguma forma traídos ou abandonados.

Mas há algumas crianças que, ao contrário das demais, embora também sofram no momento da separação, conseguem se adaptar bem às mudanças e aprendem a lidar com diversas situações emocionais, ganhando assim um amadurecimento precoce, possibilitando que sejam capazes de lidar melhor com as adversidades da vida. De qualquer forma, a separação dos pais – especialmente no primeiro ano – é um momento difícil para todos, tanto para os pais, que optam pela separação, quanto para os filhos.

Como os filhos podem lidar melhor com a separação dos pais?

Para que os filhos possam aprender a lidar melhor com a separação dos pais, e se adaptar mais fácil às mudanças, os pais separados precisam aplicar algumas dicas básicas:

  1. Os pais separados precisam conversar francamente com o seu filho sobre a decisão que tomaram, mesmo que o filho seja bem pequeno, pois ele percebe quando algo não vai bem. Além do mais, eles precisam deixar bem claro ao filho que não foi ele que causou a separação, e assegurá-lo que, a despeito das brigas e desavenças, nunca deixarão de amá-lo – assim o filho não se sentirá martirizado por qualquer sentimento de culpa.
  2. Os pais separados sempre devem manter atitudes de respeito e auto-controle quando estiverem na presença dos filhos, principalmente evitando falar mal um do outro para os filhos.
  3. Os pais separados precisam fazer acordos especialmente quanto ao modo de educar e transmitir valores aos filhos.
  4. Os pais separados jamais devem usar os filhos como se fossem espiões com o intuito de saber da vida do outro.