As Características de Um Bom Contador

Software de contabilidade auxilia o contador

Software de contabilidade auxilia o contador

Foi-se o tempo em que um bom contador deveria apenas ser bom em cálculo e matemática em geral. Hoje em dia ele deve ser preciso nas contas, mas também ter outras características, de caráter gerencial, para que se possa empregar um profissional da área ao invés de uma empresa investir, apenas, em um software de contabilidade. A informática e a tecnologia podem ser, claro, muito úteis às pequenas e médias empresas quando o quesito é gerenciar contas, passivos e ativos internos, mas nada substitui a inteligência humana, principalmente em se tratando da análise de números.

Um bom contador hoje em dia deve ter conhecimento gerencial dos processos sobre os quais atua, para início de conversa. É claro que ele não precisa – e nem deve – ter compromisso com esses processos tal qual o dono da empresa ou o diretor do setor, mas entender o que suas ações promovem dentro da empresa são essenciais para o crescimento do contador como profissional e para o crescimento da própria empresa pela qual ele é responsável. Seja de pequeno, médio ou grande porte, todos precisam prestar contas e fazer a contabilidade de modo correto. Para que o contador tenha valor agregado, basta ser ele a pessoa que saiba exatamente como ler aqueles números de acordo com os processos a que é submetido.

Outra característica imprescindível dos contadores da atualidade é saber lidar com as novas tecnologias e com formas cada vez mais fáceis de melhorar a sua vida. Não adianta mais fechar os olhos para o novo, para algo que vem somar: é necessário que contadores e o software de contabilidade usado pela empresa estejam em sintonia e consonância, para que o trabalho humano seja ainda mais preciso e valorizado. De mais a mais, é a tecnologia que vai respaldar o trabalho da pessoa, sendo, também, uma boa base para se conferir os dados lançados.

E não adianta mais querer “fazer bico” de contador só para ficar por conta da declaração de Imposto de Renda dos outros. O contador da atualidade é formado na área, tem noções estratosféricas de matemática financeira e base acadêmica para dar conselhos e consultorias para a empresa em que atua mediante os dados lançados na sua frente. Trocando em miúdos, o contador precisa ser um bom interpretador, de textos e números, para que sua ação dentro de uma empresa seja pontual. Caso contrário, ele pode ser facilmente substituído por uma tecnologia qualquer, que é um investimento a longo prazo mais barato do que a contratação de uma pessoa. Ele só vai ser insubstituível se carregar essas e outras características inerentes à profissão, como conhecimento de mercado e economia geral.