As Algas Consumidas na Dieta Japonesa

Algas Marinhas

Algas da culinária japonesa

Nos países ocidentais esta é uma descoberta muito recente, porém nos países orientais este costume já existe há milhares de anos. Estas algas contam com uma alta concentração de sais minerais que são combinados com a presença dos beta carotenos resultando assim em uma arma muito eficaz contra os radicais livres que geram o envelhecimento da pele.

Na grande parte das lojas de produtos orientais e também em grandes mercados é possível se comprar as algas comestíveis. Das diversas  espécies existentes podemos contar com as mais consumidas que são a konbu, a hikiji e a wakame. Estas bastante utilizadas para enfolar o arroz no sushi e a nori é uma das mais conhecidas e mais utilizadas.

Como são comercializadas estas algas

Estas algas são comercializadas desidratadas, como a maioria das algas, e que tem um aspecto de folhas finas de papel. Por contar com um sabor forte a konbu é utilizada em caldos e sopas para dar uma consistência maior ao alimento. Em seguida temos a hijiki que tem uma aparência bastante parecida com pequenas raminhas e ainda é ideal para a fabricação de risotos.

A wakame é preparada com sopas de missô ou ainda como saladas, são muito versáteis e as algas tem feito grande sucesso também com os vegetarianos.

Além disto o pó que é obtido através das folhas desidratadas o chamado kanten ou também o ágar – ágar é misturado com a água e utilizado como um substituto das gelatinas de origem animal. Além de ser bastante saborosas é uma excelente opção menos calórica para quem quiser comer bem e não engordar.

A importância das algas para a saúde

As algas japonesas são importantes fontes de proteínas, e muitas de suas variedades oferecem até mesmo mais proteína que um bife de carne bovina ou um ovo cozido, de acordo com especialistas.

A quantidade apesar disto não vem acompanhada por qualidade, por isso existem proteínas completas, parcialmente incompletas e totalmente incompletas por isso elas não substituem uma alimentação convencional balanceada.

Por isso temos a explicação que apesar de o elevado teor que é apresentado por algumas variedades existem ainda ressalvas se as algas podem ser a principal fonte de alimentação ou não.