Análise The Last Remnant para PC

Um dos melhores RPG que joguei (apesar de não ter jogado muitos) para PC, trás um excelente e divertido jogo para quem é fã da Square-Enix e gosta de uma aventura diferente. É uma boa opção para quem tem tanto um Xbox 360 ou um computador relativamente bom para jogos.

Aproveitando que joguei muitas horas deste ótimo game vou fazer uma breve análise do jogo The Last Remnant para PC lançado em 2009 e adquirido na steam, e não a versão para Xbox 360.Infelizmente as duas versões são um pouco diferentes nos quesitos status das armas,alguns personagens extras,etc.

História

Tudo começa quando a irmã do protagonista Rush Skyes é raptada e ele parte em busca de resgata-la. Logo em seguida acaba por conhecer muitas pessoas que ajudarão em sua busca e uma delas é o Lord David de Athlum e seus quatro generais que se tornam seus amigos em toda sua jornada.

No decorrer da história aparece um personagem misterioso chamado de Conqueror que tem o poder de controlar os remnants, uma espécie de artefatos mágicos de grande poder.

Logo abaixo você verá um vídeo falando mais sobre a história e muito mais:

[kkytv id=”WaJlHy5gJEo”]

Sistema de Batalhas

No começo vai ser bem complicado e confuso entender como funciona os comandos, mas com o tempo você vai se adaptando.

Com um sistema diferente em que você só controla por gupos, que é chamado de union, em que são permitidos no máximo cinco personagens, e conforme você vai seguindo o enredo vão sendo liberados a opção de criar mais unions e colocar mais personagens. No total pode-se criar até 5 unions e usar no máximo 18 personagens.

last remnant unions

Infelizmente você não pode escolher qual magia, ataque cada personagem vai usar na batalha, pois é aleatória a escolha e a única coisa que você pode fazer e escolher uma das opções que aparecem. Assista ao vídeo abaixo para entender melhor:

[kkytv id=”TB5x59oHrKU”]

Se você não entendeu muito bem o modo de batalha veja um tutorial clicando aqui.

Equipamentos

Outro ponto fraco do jogo é que não temos como mudar manualmente a arma de cada personagem, exceto do Rush. Temos que esperar o personagem pedir quando estivermos no mapa, e para piorar um pouco, quando ele solicita arma, escudo ou acessório automaticamente a antiga arma é “descartada”, ou seja, você perde a arma, nem para os itens ela vai.

Uma dica é criar uma boa arma no Workshop de alguma cidade e só dar ao personagem quando ela estiver com um bom ataque e magia. Uma vantagem é que no decorrer do jogo os personagens vão pedindo itens para evoluir as armas, acessórios e escudos, sem contar que ao batalhar muitas vezes a arma ganha um +1 que aumenta seu status.

last remnant buer dominus

Você também terá também Mr. Digg’s que é uma espécie de “boneco escavador” que pega os itens para você nas telas, onde se encontra pontos brilhantes.

Benchmark do Jogo The Last Remnant

Para testar se seu PC consegue rodar o jogo tranquilamente, baixe o benchmark clicando aqui. Nele você escolhe a resolução e clicando em start pode ver se ocorrem travamentos nas cenas e o FPS também.

Dicas e Macetes

Ao completar/finalizar o jogo é liberado o nível Hard e ainda a opção de começar um novo jogo com todos os itens que você coletou, menos as armas, acessórios. Você ganha também 2 milhões de Gil,terminando no Hard são 12 milhões.

Dê atenção as Sidequests e Quests para tanto ganhar itens raros e os mais fortes personagens , como por exemplo, o Baulson (Athlum) e Caedmon (Balterossa) recrutando-os na Union of the Golden Chalice que se encontra na maioria das cidades.

last-remnant-sidequest-quest

Conclusão

Apesar dos contras tenho certeza que se você tiver um pouco de paciência para aprender como funciona o sistema de batalha, será bastante divertido jogá-lo. Lembrando que você pode adquiri o The Last Remnant na steam por apenas R$ 24,99 ou ter a sorte de sair alguma promoção e pagar menos. Bom Jogo!