Alongamentos de Cabelos

Que mulher não deseja alongar os cabelos? Seja por vaidade ou necessidade, toda mulher gosta de cabelos compridos, são os queridinhos das brasileiras, além de ser um arraso no visual.

Os alongamentos podem ser feitos em qualquer mulher desde que tenha no mínimo 8 cm de cabelos. Atualmente existem várias técnicas para não danificar as madeixas e não deixar a mulher sair do salão com uma lista de coisas que não se podem fazer no cabelo, ou cuidados redobrados com secador para que as mexas não caiam. É claro que os alongamentos precisam ter cuidado para que a sua durabilidade seja maior. Algumas dicas para o cuidado são:

1. Procure um profissional qualificado para alongar os cabelos e apliques de procedência garantida.
2. Prefira mechas de cabelos humanos, pois os sintéticos não podem ser tingidos nem receber chapinha.
3. O alongamento contribui para a danificação dos fios, então fazer hidratação é muito importante, tente fazer uma vez por semana.
4. Manutenção: o tempo varia de acordo com o crescimento do cabelo.

Tipos de alongamentos

Queratina

Alongamento de cabelo com queratina

Alongamento de cabelo com Queratina

Os apliques de cabelos com queratina são indicados para cabelos lisos ou ondulados, possui substancias similares e mesmo peso molecular do fio de cabelo natural, portanto no processo de alongamento e com a fusão das substancias se identificam a união dos fios fica muito mais resistente ao calor, umidade e produtos químicos usados na coloração.

Porém não se deve passar em cima da emenda chapinha, baby liss ou outros materiais, pois podem derreter ou deformá-los. “Esse alongamento permite fazer mechas bem pequenas. Isso deixa o local da emenda discreto”, ensina o hair stylist Bruno Di Maglio.

Na retirada das mexas deve-se tomar as mesmas precauções que na hora da aplicação, pois pode danificar muito o cabelo, que é feito com um solvente e o processo é muito agressivo. Por isso o ideal é ter um intervalo de no mínimo 3 meses de descanso para o cabelo. “A pessoa pode tirar o alongamento e colocar outro em seguida. Mas é importante não ficar com o mesmo material muito tempo”, diz outro especialista em cabelos, Bruno Barros.

Com linha ou nó italiano

Alongamento de cabelo - Nó Italiano

Alongamento de cabelo com Nó Italiano

O alongamento com nó italiano é indicado para cabelos crespos, afros e resistentes, usa uma técnica que permite alongar os cabelos através de ”costura” realizada em diversas mechas postiças que são amarradas com lastex nas mechas originais, bem rente da raiz.

Possibilita a mulher a aumentar o volume na região em que as mechas foram amarradas, os cuidados básicos são bem simples e requer apenas condicionador deverá ser sempre removido completamente, nunca dormir com os cabelos molhados, pentear em baixo dos elásticos e não esfregar o couro cabeludo. Isso requer uma manutenção periódica de 3 meses, para o reposicionamento do aplique.

Interlace, tela fixa ou entrelaçamento

Interlace, tela fixa ou entrelaçamento

Alongamento de cabelo com Interlace, tela fixa ou entrelaçamento

Este tipo de alongamento é indicado para quem tem cabelos super curtos ou que desejam alongar sua franja, por exemplo, se consiste em tranças de raiz, onde se costura uma tela feita de cabelos naturais. Deve-se ter bastante cuidado para não dormir com o cabelo molhado. A vantagem dessa técnica para as outras é que fica praticamente imperceptível além de não ter a restrição de passar a chapinha bem rente à raiz, já que não derrete como a queratina.

Microlink

Alongamento de cabelo com Microlink

Alongamento de cabelo com Microlink

Novidade para os alongamentos, recomendado para cabelos finos e grossos, o microlink não usa o calor, cola, trança ou queratina.As mechas são colocadas no cabelo com o auxilio de um alicate e um gancho, por meio de micro-conectores feitos de metal achatados (assim não cria volume na raiz), são anti-alérgicos, não enferrujam e possuem sete diferentes cores. A manutenção fica mais simples, já que podem ser colocados e tirados com mais facilidade.