Alavancagem Operacional, Financeira e Total

O estudo da Alavancagem tem grande utilidade na avaliação de resultados de uma empresa, ao entendermos que buscar a alavancagem seria tentar multiplicar (aumentar) seus bons resultados.

alavancagem

A alavancagem em uma empresa pode basicamente ser de 3 tipos. A Operacional (GAO), Financeira (GAF) e ainda a Total (GAT) , que é o produto das duas primeiras.

Esses resultados dizem respeito ao Resultado operacional (Alavancagem Operacional) e Líquido (alavancagem Financeira).

Alavancagem operacional (GAO)

Relaciona duas variáveis, receita de vendas e LAJIR (lucro antes de juros e IR – lucro operacional).

O uso dessa ferramenta vai apontar a variabilidade nas contas de natureza cíclica (atividade operacional da empresa) que contribuíram para a mudança de resultado.

Para saber qual o seu Grau de Alavancagem Operacional (GAO), usa-se a fórmula:
GAO = Variação % Lucro Operacional / Variação % Receita de vendas

Para verificar a alavancagem operacional, precisaríamos observar na DRE de um período e de outro, os valores contidos na linha para receita de vendas e na linha para LAJIR (lucro antes do imposto de renda)

Com base nos dados abaixo:

DRE Período X1 Período X2
Receita de vendas 200.000 250.000
Lucro operacional 70.000 90.000

 

Teríamos aí que ver qual as variações percentuais observadas nas duas linhas.
Receita => (250.000 – 200.000) / 200.000 = 0,25 ou 25%
Lucro operacional => (90.000 – 70.000) / 70.000 = 0,2857 ou 28,57%

Agora já poderíamos usar essas variações percentuais na fórmula e encontrarmos o Grau de alavancagem operacional.
GAO = 28,57 / 25 = 1,14
Observamos o valor encontrado maior que 1, podendo dizer que houve uma alavancagem operacional.

A interpretação aí seria a de que, para cada 1% de aumento nas vendas, haverá elevação de 1,14% no resultado operacional.

Alavancagem Financeira

O GAF considera as despesas com o capital de terceiros como mostra a sua fórmula e a  figura abaixo:

GAF = Variação % LPA / Variação % Lucro Operacional ou  LAJIR

 

Alavancagem Financeira

 

Supondo que nessa figura acima tivéssemos nas linhas do LAJIR e também do LPA os seguintes valores:

DRE Período X1 Período X2
LAJIR 40.000 60.000
LPA 19.000 28.000

 

Com base nos dados abaixo, vamos calcular o GAF:

  • LAJIR => (60.000 – 40.000) /40.000 = 0,50 ou 50%
  • LPA  =>  (28.000 – 19.000 ) / 19.000 = 0,4737 ou 47,37%

GAF = 47,37  /  50 = 0,95% => menor que 1 indica que não houve alavancagem financeira porque a cada 1 ponto percentual no Lucro Operacional, haveria menos de 1 para lucro Líquido por Ação.

Nesse mesmo exemplo, supondo que na linha do LPA referente ao período X2, ao invés de 28.000 fossem 29.000:

DRE Período X1 Período X2
LAJIR 40.000 60.000
LPA 19.000 29.000
  • LAJIR => (60.000 – 40.000) /40.000 = 0,50 ou 50%
  • LPA  =>  (29.000 – 19.000 ) / 19.000 = 0,5263 ou 52,63%

GAF = 52,63  /  50 = 1,05% ou seja, nessa situação haveria uma pequena alavancagem onde, para cada 1 ponto percentual de aumento no lucro operacional, haveria 1,05 no LPA.

Alavancagem Total (GAT)

Essa última, Total, pode ter seu cálculo de duas formas. 1ª – Podemos observar a relação entre a receita de vendas e o lucro (líquido) por ação (LPA). 2ª – Podemos obtê-la através do produto entre as duas primeiras, GAO * GAF.

Assim, verificaríamos duas maneiras de encontrar o GAT:

GAT = Variação % LPA / Variação % Receita de vendas

GAT = GAO * GAF (caso tenhamos os valores das duas últimas).

A interpretação para o GAT assemelha-se aos demais, ou seja, sendo > 1, houve um GAT, percebendo-se que a variação percentual do LPA, o qual resultou da variação dessas mesmas vendas, é maior que a variação da receita de vendas.

Outros Assuntos similares:
Introdução à Administração Financeira