Água Filtrada ou Mineral?

Muita gente tem dúvida acerca de qual das duas possibilidades é a melhor, entretanto essa é uma questão um pouco complicada, pois não devemos levar em consideração só o grau de pureza de cada uma. Outros fatores como preço a médio e longo prazo, manutenção e outras coisas devem ser observadas, contudo é importante frisar que a água é algo muito sério e há diferentes possibilidades de filtragem: filtro de barro, carvão ativado como elemento filtrante são alguns dos mais comuns e nem são tão caros. O importante é tratar a água como algo importante, que deve ser consumida abundantemente e com qualidade.

O que é água filtrada ou purificada?

Água Potável

A água filtrada ou purificada é aquela que passou por algum elemento filtrante, no caso um filtro que retira suas impurezas, melhorando assim a qualidade. Geralmente vem de rios, represas, açudes, que muitas vezes não possuem uma qualidade adequada para seu consumo. Por essa razão, enquanto está sendo canalizada passa por um tratamento com produtos para torná-la adequada ao consumo, sem riscos a saúde. Mas como nem tudo são flores, há  a possibilidade dela passar por canos e caixas enferrujadas, sem higiene e acaba não chegando na torneira da forma adequada.

O filtro tem a capacidade de melhorar a qualidade da água que já foi tratada. Para isso são usados diferentes elementos filtrantes, dos quais se destacam o filtro de alta porosidade e o carvão ativado, responsável pelo que chamamos de osmose reversa, que é a retirada de elementos patogênicos que podem ser encontrados na água, bem como a retirada parcial do cloro e demais produtos usados no tratamento.

O que é água mineral

Água Mineral

A água mineral é encontrada na natureza rica em sais minerais ou enriquecida de maneira industrial. Pode ser captada diretamente do subsolo em fontes hidrominerais em áreas que não há poluição, dessa forma a pureza da composição é preservada. Os minerais veem do próprio solo, após a chuva, cuja água penetra no solo, percorrendo as rochas e demais sedimentos até absorver os sais e nutrientes presentes. Não há necessidade de tratar a água mineral, que é captada e envasada para chegar até o consumidor final.

A água só pode ser classificada como mineral quando a quantidade de sais minerais é a mesma  estabelecida por lei, de acordo com os parâmetros adotados pelo Departamento Nacional de Produção Mineral, após análises da água. No rótulo tem o nº de lavra do DNPM e o número de registro no Ministério da Saúde (MS), contudo nem tudo são flores. Existem estudos que afirmam que a água, quando fica muito tempo dentro dos recipientes de plástico pode absorvê-los, comprometendo a qualidade. O ideal é sempre adquirir um produto recente e se possível retirar da garrafa assim que chegar em casa.

Necessidades diárias

Não importa se a água é mineral ou filtrada, o importante é que seja consumida abundantemente, sobretudo nos dias calor e por gestantes. O ideal é que adultos consumam 35 ml por cada quilo, já as crianças devem consumir mais, cerca de 50 a 60 ml por cada quilo, diariamente. Uma pessoa com aproximadamente 60 quilos, deve consumir pouco mais de 2 litros diariamente.