Aeroporto de Londrina terá Lanchonete Popular até o Mês de Setembro

O aeroporto de Londrina, localizado ao norte do Paraná, deve receber uma lanchonete popular até setembro de 2012. O pensamento inicial da Infraero previa que só os terminais das 12 cidades-sede da Copa do mundo de futebol de 2014, mas o terminal José Richa da mesma forma foi incorporado.

Nos dias de hoje, as lanchonetes são as únicas alternativas para alimentação no aeroporto José Richa, uma vez que o único restaurante está fechado e espera o término do novo trâmite de licitaão em função de reinaugurar. Todavia os valores praticados estão sendo avaliados acima do mercado pelos consumidores, os quais protestam a respeito do preço.

“Consumi neste momento um italiano que custou em torno de R$9”, contou a psicóloga Patrícia de Albuquerque, dona de um hotel fazenda no PR. Ela tem certeza que se tivesse adquirido o mesmo lanche no comércio normal não pagaria mais do que cinco reais. Uma empadinha, por exemplo, custa quatro reais, do mesmo modo que o pão de queijo é vendido por R$3 hoje em dia.

A nova lanchonete ainda terá licitação e deve oferecer 15 produtos a valores de mercado, dentre salgadinhos, sanduíches e bebidas. Os termos são semelhantes aos empregados no terminal do Aeroporto Afonso Pena, na capital Curitiba, o qual deve ficar em operação ainda no mês de Maio. “Esta modalidade possibilita o controle por parte do acordo. O contrato é que define esses preços, então ele não conta com a possibilidade de extrapolar. O responsável pela lanchonete compromete-se a comercializar os itens no custo médio da região”, argumenta o coordenador do terminal de Londrina, Pedro Luiz Pio.